"Marrony é bom jogador, vai fazer falta ao Vasco", diz comentarista

13/06/2020 às 08h06 - CLUBE

O alívio financeiro com injeção imediata de dinheiro da venda de Marrony era necessário, mas o Vasco perde uma peça importante em um elenco longe de ser farto. Há, no entanto, opções no grupo para suprir a saída do jovem, negociado com Atlético-MG.

O técnico Ramon Menezes iniciará seu trabalho com apenas duas opções para as pontas: Vinícius e Talles Magno. O esquema com um centroavante e dois atacantes de lado, usado à exaustão por Abel, será mantido ou o novo comandante apostará num meio-campo mais povoado com Benítez como armador flutuando à frente dos volantes? O próprio argentino pode cair pelos lados, como atuou muitas vezes no Independiente. O GloboEsporte.com analisou as possibilidades.

Para o comentarista Lédio Carmona, o 4-4-2 é a opção mais interessante para Ramon no momento, com o trio de volantes Andrey, Raul e Guarín, além de Benítez na armação.

- Acho que o Ramon teria de armar o Vasco com Raul, Andrey, Guarín e Benítez no meio-campo com Talles e Cano na frente. Ou com três atacantes. O Ramon teria que escolher em cima disso - afirmou Lédio.

O Vasco perde um dos poucos canhotos do ataque - Ribamar é o outro. Marrony, de 1,84m, não esconde que sua posição preferida é a ponta-esquerda, mas também já atuou com o pé trocado e por dentro, especialmente quando Talles foi escalado pela esquerda. Com Abel, os dois costumavam se alternar. E Marrony, desde que foi lançado, era uma espécie de curinga dentro do sistema ofensivo.

Lédio crê que a equipe sentirá falta do jovem, mas, dada as circunstâncias do negócio e a situação financeira do clube, trata a saída como algo inevitável.

- Marrony é um bom jogador, vai fazer falta ao Vasco mesmo não vivendo boa fase, mas o dinheiro nesse momento faz mais falta ainda. O Vasco é refém da sua própria situação. O respiradouro do Vasco é a venda de jogador. Não tem como dizer que a venda é ruim para o Vasco.

- Se vai entrar 10 milhões de uma vez para o clube tentar atenuar os atrasos, me parece um bom negócio. Até porque o Marrony não tem jogado muito bem. O 2018 dele foi bem bom, 2019 muito razoável para baixo. Fez poucos gols. Fez alguns bons jogos, principalmente contra o Flamengo, mas bem abaixo do que poderia. Vive um momento de baixa - opinou o comentarista.

Outra opção de Ramon é adiantar Benítez. Nesse caso, ele poderia manter o esquema 4-3-3, com um outro jogador centralizado. Para a armação, o Vasco volta da quarentena com uma nova (e velha) opção para a armação de jogadas. Bruno César renovou contrato e foi reintegrado.

São características diferentes. O argentino flutua mais à frente dos companheiros de meio-campo e costuma aproximar-se da área para arriscar os chutes de média distância. Também com um potente arremate, Bruno é mais centralizado e movimenta-se menos.

Fonte: Globoesporte.com