Martín Silva fala sobre a sensação de atingir marca histórica no Vasco

31/01/2018 às 13h58 - FUTEBOL

Desde sua chegada ao Vasco da Gama, o goleiro Martín Silva conquistou os torcedores de São Januário e tornou-se referêcia na equipe. Para comemorar a marca de 200 jogos com a camisa cruzmaltina não existia data mais especial do que a estreia na Conmebol Libertadores 2018. Com a braçadeira de capitão, o uruguaio terá a importante missão de escrever mais uma página de sua trajetória no Gigante da Colina, nesta quarta-feira (31/01), diante do Universidad Concepción. Após os ajustes finais para o duelo decisivo, em solo chileno, o camisa 1 aproveitou para falar sobre a sensação de atingir a marca.

- Muito feliz por atingir uma marca como essa com a camisa do Vasco. É algo especial, mas que coloco em segundo plano nesse momento porque teremos uma partida importante, a nossa estreia na Libertadores. Depois da partida, sem dúvida, irei comemorar essa linda recordação - afirmou.

A história de companheirismo entre Martín Silva e o Cruzmaltino começou em 2014. No dia 26 de janeiro, o arqueiro entrou em campo pela primeira vez representando o clube e saiu com a vitória diante do Friburguense, pelo placar de 6 a 0, em partida válida pelo Campeonato Carioca. Assim como no futebol carioca, a estrela do goleiro também brilha na seleção uruguaia, onde está perto de participar de sua terceira Copa do Mundo. O capitão espera usar a grande experiência como um diferencial para garantir um bom resultado no jogo de ida contra o time chileno.

- Sou otimista. Lutamos muito para conseguir essa vaga na Libertadores e agora temos que desfrutá-la, aproveitá-la. Vamos batalhar para chegar o mais longe possível, mas é lógico que precisamos dar um passo de cada vez. A partida de hoje será difícil, enfrentaremos um time que buscará se aproveitar do fator casa. Temos que estar concentrados e ser inteligente no jogo para levar um bom resultado para São Januário.

Na temporada de 2017, Martín Silva foi o jogador que mais atuou pelo Vasco da Gama, quando esteve em campo em 54 oportunidades. Os planos para 2018 não são diferentes e o camisa 1 espera construir mais uma etapa de muita dedicação representando o clube que aprendeu a amar e onde também recebe o carinho de seus milhares de torcedores.

Fonte: Site oficial do Vasco

Enquete

Quem você gostaria que fosse o novo técnico do Vasco?

Deixe seu comentario