Martin Silva fará no máximo mais 10 jogos pelo Vasco antes da Copa

14/04/2018 às 10h30 - FUTEBOL

Vasco fala em começar bem nas primeiras rodadas do Brasileiro

As próximas semanas serão decisivas para a temporada, e o Vasco sabe disso. Em São Januário, a ordem é dar tudo até a parada no calendário para a Copa do Mundo. Antes disso, o time tentará aproveitar ao máximo a presença do goleiro e ídolo Martín Silva: ele só terá mais dez jogos, na melhor das hipóteses, até se apresentar para os treinos com a seleção do Uruguai, sob o comando do técnico Óscar Tabárez.

O primeiro na contagem regressiva será amanhã, contra o Atlético Mineiro, em São Januário. Se a Celeste Olímpica se apresentar na mesma data que a seleção brasileira, dia 21 de maio, o goleiro disputará no máximo cinco jogos da Série A antes de partir para o terceiro Mundial da carreira. Dependendo de quando Martín partir, o Vasco jogará em seguida até sete jogos do Campeonato Brasileiro sem seu titular.

— No Brasileirão, é importante começar bem, ainda mais que tem a parada para Copa — ressaltou o técnico Zé Ricardo. — Encararemos esses jogos com máxima seriedade. Esse período servirá também para examinarmos o que precisaremos de reforços para o restante do ano.

Martín Silva poderá fazer a diferença também nas outras duas competições que o Vasco terá pela frente antes da parada para a Copa da Rússia: a Libertadores e a Copa do Brasil. Na frente internacional, o time da Colina decidirá seu futuro nesse curto espaço de tempo. Seus próximos quatro jogos no Grupo 5 serão nesse intervalo, com o risco de enfrentar a Universidad de Chile, no último duelo antes das oitavas de final, sem o goleiro. Seria a estreia de seu reserva, Gabriel Félix, na competição.

Três pênaltis defendidos

Já no mata-mata doméstico, o Vasco entrará logo nas oitavas de final e, se der sorte, terá seu capitão em campo nas duas partidas. Seria o melhor dos mundos para o time de São Januário. Martín tem se destacado nas defesas de pênaltis na temporada — já foram três —, e a presença do capitão pode pesar.

Este ano, ele disputará seu terceiro Brasileiro da Série A com o Vasco. O goleiro ainda busca um título de maior expressão com o time: até agora, levou dois estaduais.

Fonte: Jornal O Globo

Enquete

Qual a culpa dos problemas políticos do Vasco na campanha do clube no Brasileiro?

Deixe seu comentario