Médico responsável por cirurgia de Ramon confirma retorno em 7 meses

19/11/2018 às 17h09 - FUTEBOL

A cirurgia do lateral-esquerdo Ramon está marcada para a próxima quinta-feira (22). O jogador sofreu grave lesão no joelho esquerdo, na partida contra o Atlético-PR, na última quarta-feira. Os exames constataram rompimento do ligamento cruzado anterior, além de lesões no menisco medial e no ligamento colateral medial. O responsável pelo procedimento cirúrgico será mais uma vez o médico Rene Abdalla, que operou o joelho direito do Ramon, em lesão sofrida no ano passado. Em entrevista exclusiva ao Esporte 24 Horas, Rene Abdalla confirmou a data da cirurgia e estimou prazo mínimo para recuperação.

“A cirurgia está marcada para quinta-feira. A princípio uma reconstrução do ligamento cruzado anterior, semelhante ao que foi feito no outro joelho. Mas em contato com a equipe médica do Vasco, pode ser que a lesão tenha sido mais extensa. Vamos ver na hora do procedimento. O tempo de recuperação é muito semelhante à lesão anterior, com no mínimo 6 a 7 meses”.

Caso seja necessário reconstruir o ligamento colateral medial, Rene Abdalla afirmou que o tempo de recuperação pode aumentar um pouco.

“O atleta é um paciente especial. Não se admite ficar 90% recuperado. Esse ligamento (colateral) será examinado durante o procedimento cirúrgico, para ver se existe uma insuficiência muito grande. Caso exista, vamos fazer também a reconstrução desse ligamento, o que obviamente deixa a recuperação um pouco mais demorada”.

O médico descartou que a lesão no joelho esquerdo tenha relação com a cirurgia feita no joelho direito.

“Eu creio que não. A lesão foi absolutamente traumática, não teve relação nenhuma com a lesão anterior. Tem que se pensar também que estamos em final de temporada. O jogador está mais cansado, a musculatura mais fadigada. Então existe sim a probabilidade maior de ter lesão nesse período”.

O pós-operatório

Como existe a possibilidade de reconstrução de dois ligamentos do joelho esquerdo, Rene Abdalla explicou que a recuperação pode ser modificada, com o tempo de imobilização do local podendo chegar a dois meses.

“O pós-operatório vai depender do que for feito na cirurgia. Se for apenas o ligamento cruzado anterior, deixamos com o imobilizador. Vai para a fisioterapia no dia seguinte ou dois dias depois, no Vasco, que tem uma equipe de fisioterapeutas excelente. Se for reconstruído apenas esse ligamento, 15 dias de muletas. Caso tenha associação com o ligamento colateral medial, esse tempo aumenta para 6 a 8 semanas com o uso de muletas. Após isso mais um mês com uma joelheira especial já que o ligamento colateral demora um pouco mais para cicatrizar”.

Rene Abdalla admitiu que conversou pouco com Ramon, mas afirmou que o jogador está muito chateado em ter que passar por mais uma cirurgia. Ainda tem a questão pessoal, o casamento marcado.

“Eu conversei pouco com ele, mas é claro que está muito chateado. Isso abate o jogador que depende da sua articulação para trabalhar, para viver e ele sabe que vai ficar um bom tempo parado. Alia-se a isso o casamento dele que está marcado. Toda situação gera uma turbulência na cabeça do atleta que fica muito chateado”.

Breno dentro do previsto; Marcelo Mattos segue sem previsão

Além de operar o Ramon pela segunda vez, o médico Rene Abdalla também foi o responsável pela cirurgia em Breno e Marcelo Mattos. Ele revelou que a recuperação do zagueiro está dentro do previsto estipulado inicialmente.

“O Breno está indo muito bem, mas ainda em fase precoce de recuperação. Ele está hoje com uma flexão de 110 graus. Temos que chegar a mais obviamente, porém está dentro do programado. É uma lesão no colateral lateral, o oposto da lesão do Ramon, porém os cuidados e o tempo de recuperação são parecidos”.

Quanto ao volante, Rene Abdalla explicou que segue sem previsão de retorno aos gramados já que depende do tratamento de uma infecção no joelho operado.

“Ele é um atleta que teve muitos desencontros, diversas cirurgias que não foram bem sucedidas. Depois contraiu uma infecção muito forte. A infecção hoje é o grande problema. Para você ter uma ideia, ele segue tomando antibiótico por conta desse problema. Eu dependo mais agora do infectologista para ter uma posição quanto a ele voltar a campo. Ainda segue sem previsão”.

Foto: Globoesporte.com Ramon
Ramon

Fonte: Esporte24Horas

Especulação

Especulado

Você aprova a contratação de Gino Peruzzi?

Especulações Mercado