Mesmo mantendo profissionalismo, Maxi deixou de 'se garantir' no Vasco

25/05/2019 às 08h57 - FUTEBOL

Maxi López caminha para deixar o Vasco. O argentino viu as cobranças por melhor forma física chegarem a um nível que não esperava. O peso sempre esteve acima do ideal, mas nem sempre foi problema em São Januário. Ruim mesmo é quando os gols e as assistências deixam de acontecer. 

Na sexta-feira, ele fazia trabalho físico separadamente no CT do Almirante quando o presidente Alexandre Campello chegou ao local. O argentino não gostou nada de ser deixado fora da lista de relacionados para o jogo contra o Fortaleza. Na conversa entre os dois, surgiu a pauta de uma rescisão, informação dada inicialmente por Gilmar Ferreira no Blog "Futebol, coisa e tal". 

O estafe do jogador evita comentar o problema, mas afirma que o caso ainda não está definido. Com contrato em vigor, existe a possibilidade dele aparecer para treinar normalmente no clube neste sábado. O grupo principal já está no Ceará para o jogo de domingo. 

De acordo com membros da comissão técnica, Maxi López manteve sempre o profissionalismo. Ao menos dentro do clube. Ele não chegava atrasado e cumpria as atividades passadas pela comissão técnica à risca, sem reclamar. Depois que Vanderlei Luxemburgo foi contratado para o cargo de técnico, a carga aumentou e ele seguiu firme. O preparador físico Antônio Mello é conhecido por ser linha dura. O problema é que o peso se manteve acima do desejado.

Fonte: Jornal O Globo