"Na carona" de Henrique e Yago Pikachu, Vasco acelera para cima do Grêmio

30/10/2019 às 16h05 - CLUBE

Invicto há cinco jogos, o Vasco vive o seu melhor momento neste Campeonato Brasileiro. O time não vê mais a zona de rebaixamento no retrovisor. No horizonte agora está a sonhada vaga para a Libertadores de 2020. Para chegar lá, uma vitória nesta quarta-feira sobre o Grêmio, concorrente direto, em São Januário, é fundamental.

Um atalho pode ser pelas laterais, na carona de Henrique e Pikachu.

Na véspera da partida, a equipe do Globo Esporte acompanhou os dois no trajeto até o CT do Almirante, em Vargem Pequena, Zona Oeste do Rio de Janeiro. Eles são amigos desde 2016, quando Pikachu chegou no Vasco. Henrique já estava no clube há muito mais tempo, foi formado nas categorias de base e sempre defendeu as mesmas cores.

A parceria no revezamento da carona para os treinos se transformou numa história de amizade, regada à muita resenha nas concentrações (dividem o quarto), reuniões entre as famílias e momentos marcantes.

- Ele chegou quietinho. Hoje tá esse abuso aí. O baixinho é folgado, o baixinho é folgado! Agora tá até falando com o sotaque de carioca - revelou Henrique, o motorista da vez nesta terça-feira.

- Cheguei tenso, né? Primeira vez que tinha saído do meu estado. No meio de 2016 a gente começou a se concentrar juntos, aí me mudei para perto da casa dele, ele começou a me orientar aqui no Rio. Aí começou a cuidar de mim, né? (Risos) - lembrou Pikachu, do início da amizade.

Neste ano, Henrique e Yago Pikachu jogaram juntos em 17 ocasiões. O lateral-esquerdo teve poucas oportunidades durante o período com o técnico Alberto Valentim, mas tem sido constantemente titular com Vanderlei Luxemburgo. Já o lateral-direito é peça-chave do time desde meados de 2016, a grosso modo.

Independentemente de quem dirige melhor entre os dois, contar com uma dupla tão afinada como essa é uma mão na roda para o Vasco.

Fonte: Globoesporte.com