Novo diretor de futebol do Vasco sabe os desafios que vai enfrentar

22/06/2018 às 14h49 - FUTEBOL

Anunciado pela diretoria como novo diretor de futebol do Vasco, Alexandre Faria sabe que terá muitos desafios pela frente. Ele manteve reuniões nos últimos dias com o presidente Alexandre Campello, que passou uma pauta com prioridades. O dirigente, dentre as principais missões, é procurar um centroavante com pouca receita, seguir a valorização das categorias de base, que já está em andamento, e dar respaldo ao técnico Jorginho em um ano eleitoral.

Com a eleição de Campello podendo ser anulada pela Justiça a qualquer momento, Faria sabe que trabalha sepre com a possibilidade de suas ações perderem qualquer valor, salvo as registradas em contrato.

O dirigente já começou a mapear o mercado em busca de um centroavante, a prioridade neste momento por conta das perdas na janela de meio de ano. O colombiano Duvier Riascos foi negociado com o futebol chinês e o Vasco não vem tendo sucesso nas negociações com o Defensa Y Justiça da Argentina para prorrogar o empréstimo de Andrés Ríos, que chega ao fim em julho. O clube argentino não aceita mais emprestá-lo e pretende que o Cruz-Maltino pague cerca de R$ 3,5 milhões por 50% dos direitos federativos. Esta hipótese sequer é levada em consideração pelos lados de São Januário.

Além de reforços, o treinador vai manter contatos a partir de segunda-feira, quando for apresentado oficialmente, com Jorginho para entender as necessidades da comissão técnica para trabalhar com tranquilidade.

Dentro de campo o elenco do Vasco foi liberado para um período de descanso. A volta aos trabalhos acontecerá apenas no dia 25 de junho. Os treinos estavam programados para o Espírito Santo, porém, a decisão foi da comissão técnica anterior e por conta de problemas de organização, os atletas permanecerão no Rio de Janeiro.

O próximo jogo do Vasco será somente em 16 de julho, quando o time recebe o Bahia, no Rio de Janeiro, pela rodada de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. Como perdeu por 3 a 0 na ida, o Cruz-Maltino vai precisar golear por quatro ou mais gols de vantagem se quiser um lugar nas quartas. Pelo Campeonato Brasileiro o próximo desafio será em 19 de julho, também na capital carioca, quando acontece o clássico contra o Fluminense. O time vascaíno é o 11º colocado com 15 pontos.

Fonte: Gazeta Esportiva

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario