Números do ataque batem recorde negativo

04/02/2020 às 08h12 - FUTEBOL

Eliminado da Taça Guanabara com apenas quatro pontos em 15 disputados, o Vasco tem um ponto de atenção bem claro a resolver nesse início de temporada: o ataque. É o pior início ofensivo do clube no século, com apenas um gol marcado em cinco partidas (média de 0,2 por jogo).

Diante de número tão negativo, o alerta está ligado para a estreia na Sul-Americana contra o Oriente Petrolero-BOL, quarta-feira, às 21h30, em São Januário. Abel Braga sabe que é preciso encontrar a formação ideal para o Vasco reencontrar o caminho das redes.

- Vamos ver a equipe que vamos escalar para nos dar o gol que está faltando. Eu levo para casa hoje um sentimento de frustração, mas tenho esperança - afirmou Abel Braga após a derrota para o Botafogo, no último domingo.

Para se ter uma noção do quão paupérrimo é o rendimento do ataque vascaíno é o que o segundo pior ataque levando em consideração os cinco primeiros jogos da temporada, o da temporada de 2011, fez quatro gols. Número modesto, porém superior ao atual.

Em 2011, aliás, o Vasco igualou seu pior início no Campeonato Carioca em termos de aproveitamento - com um empate e quatro derrotas. Posteriormente, porém, o time cresceu na temporada, foi campeão da Copa do Brasil e vice-campeão no Campeonato Brasileiro.

Chama atenção também o número baixo de finalizações do Vasco, segundo o site de estatísticas Footstats. A média é de 11,8 por partida. Ao lado da Cabofriense, o time tem o pior ataque do Carioca, com apenas um gol marcado.

Ainda nesse aspecto, outro dado preocupante é o número de finalizações certas de acordo com o Footstats. De 59, apenas 17 foram na direção do gol (28,8%).

O fator positivo é Germán Cano, contratado para ser a referência do ataque vascaíno. Embora tenha marcado apenas um gol em três jogos, acertou sete das 10 finalizações tentadas no Campeonato Carioca - aproveitamento de 70%.

Cano precisa ser mais acionado, já que costuma conseguir soluções rápidas em curtos espaços dentro da área.

Confira o desempenho no Vasco em seus cinco primeiros jogos de cada ano desde 2001

Foto: GEHistórico
Histórico

Fonte: ge