Números do ataque geram preocupação no Vasco

03/03/2020 às 08h20 - FUTEBOL

O início de temporada do Vasco não tem sido nem um pouco animador para o torcedor. Com uma eliminação precoce na fase de grupos da Taça Guanabara e classificações sofridas na Copa do Brasil e na Sul-Americana diante de adversários modestos como Altos-PI e Oriente Petrolero-BOL, respectivamente, o Cruz-Maltino tem somado números preocupantes. Considerando os clubes que disputarão a Série A em 2020, a equipe tem o ataque mais ineficaz e o terceiro pior aproveitamento.

Além de ter feito menos gols que todos (7), ainda tem a menor média (0,7), segundo levantamento feito pelo UOL Esporte. Fora isso, apenas três jogadores do elenco balançaram as redes nas dez partidas disputadas: Germán Cano (4), Werley (2) e Andrey (1).

Junto com o Vasco, somente o Santos (0,75) e o Red Bull Bragantino (0,8) têm uma média de gols feitos menor que um por jogo.

Gabigol, do Flamengo, por exemplo, já tem mais gols na temporada que todo o elenco vascaíno com os seus nove tentos até aqui.

No quesito aproveitamento, o Vasco — com seus 43,3% — está à frente apenas do Sport (41%) e do Corinthians (40%).

O clube também só venceu um jogo em 2020 tendo feito mais de um gol (contra a Portuguesa - 3 a 2) e ocupa apenas a oitava colocação na classificação geral do Campeonato Carioca.

Na próxima quinta-feira (5), o Cruz-Maltino tem o importante e eliminatório jogo contra o ABC, pela segunda fase da Copa do Brasil, com promessa de casa cheia no Maracanã. Pressionado, o técnico Abel Braga espera uma postura diferente da equipe:

"Estou chateado, decepcionado, eles também. Agora vamos ter que fazer o jogo do ano, temos que passar de fase na quinta-feira. Vamos entrar com todo respeito ao ABC, mas para fazer um jogo digno da presença do torcedor, que com certeza vai encher o Maracanã. Uma maneira de homenagear o sócio-torcedor do clube. E nós temos que passar convencendo, que é o mais importante."

Fonte: UOL Esporte