Opinião: Luxemburgo está abaixo da média?

29/05/2019 às 17h58 - IMPRENSA

É cedo ainda para análises sobre o trabalho de Vanderlei Luxemburgo no Vasco.

Mas os dois pontos somados contra Avaí e Fortaleza conferem ao técnico de 67 anos média próxima a já obtida em outros "projetos".

Para ser mais exato, em três das quatro mais recentes edições do Brasileiro em que pôde mostrar serviço, ele não conseguiu mais do que 1,24 pontos por jogo.

Um dado preocupante, não é mesmo?

E que aumenta a responsabilidade do treinador, trazido justamente para a corrida de recuperação do time contra o rebaixamento.

De 2013 até aqui, Vanderlei dirigiu times de Fluminense, Flamengo (2014), Cruzeiro (2015) e Sport (2017).

E dos quatro, o 1,67 registrado em 27 jogos pelo Flamengo foi o que conseguiu de melhor.

No Fluminense, em 2013, a média foi de 1,13 em 24 jogos;

Nos 17 jogos pelo Cruzeiro, em 2015, obteve o 1,24 citado lá em cima;

E em 2017 não registrou mais do que 1,15 em 27 jogos pelo Sport.

Lembrando que em 2016, Vanderlei dirigiu o Tianjin do futebol chinês, e, demitido, ficou fora do mercado em 2018.

É ainda, portanto, uma incógnita.

E os tropeços neste início deixam muitos em alerta.

Vanderlei tem uma só vitória nos últimos 15 jogos da Série A, computando essa passagem pelo Sport, em 2017.

E a saída do argentino Maxi López, querido no vestiário, precisará ser muito bem trabalhada.

Antes da paralisação para a Copa América, o Vasco enfrenta o Botafogo no Nílton Santos, e Internacional e Ceará em São Januário.

E é impossível dizer aqui que o trabalho não irá dar certo.

Vejamos, porém, se Vanderlei consegue melhor sua média...

Fonte: Extra Online