Opinião: O Vasco não pode mais errar em contratações na temporada

21/05/2019 às 15h33 - CLUBE

Depois de um 2018 sofrido, com eliminações traumáticas e a luta contra o rebaixamento até o último momento, o Vasco da Gama foi ao mercado em busca de reforços para, entre dezembro e janeiro, na tentativa de montar uma equipe que pudesse fazer uma temporada pelo menos mais tranquila.

Inicialmente, o Vasco contratou: Ribamar, Danilo Barcelos, Raúl Cáceres, Cláudio Winck, Yan Sasse, Lucas Mineiro, Rossi, Fellipe Bastos e Bruno César, pensando em fortalecer as posições carentes no elenco, de uma forma que não exigisse tanto da questão financeira.

Foi um início animador do Vasco em relação a grande parte dos seus reforços. Na disputa do Carioca, alguns apresentaram bom rendimento e conquistaram a titularidade na equipe, que na época era comandada por Alberto Valentim. O problema foi que, com os adversários ficando mais difíceis, acabou ficando mais claro que não era bem como o imaginado.

Jogadores que vinham se destacando nos primeiros meses começaram a apresentar suas fragilidades, não mantiveram o mesmo desempenho e muitos chegaram a perder espaço na equipe. Ah, e não se pode esquecer que alguns deles sequer se destacaram durante a disputa do Campeonato Carioca.

Para se ter uma noção, dos nove jogadores contratados entre dezembro e janeiro, apenas Danilo Barcelos, Lucas Mineiro e Rossi vêm sendo titulares com frequência nas últimas partidas. Lembrando que, logo depois do Carioca, o Gigante da Colina acertou com mais quatro reforços: Valdívia, Jairinho, Marcos Júnior e Sidão, sendo que apenas o goleiro tem sido titular.

Olhando as carências do elenco, que começou o Campeonato Brasileiro de forma negativa, o Vasco voltará ao mercado na parada para a Copa América em busca de reforços. Só que, desta vez, o Cruzmaltino precisará ser cirúrgico e trazer jogadores que cheguem realmente para acrescentar tecnicamente e sejam titulares da equipe.

Limitado financeiramente, o Vasco precisará contar com a criatividade para conseguir trazer bons jogadores. Contratar por contratar não serve mais paro o Gigante da Colina, que se vê diante de um elenco inchado, mas muito carente de qualidade, e precisa se fortalecer para a sequência do Campeonato Brasileiro.

Fonte: Blog Willams Meneses