Opinião: Situação financeira no Vasco segue grave

09/05/2020 às 11h25 - CLUBE

Um fato importante sobre os pagamentos feitos pelo Vasco na última sexta-feira: o dinheiro que entrou no caixa do clube foi pouco. Com isso, o Cruz-maltino optou por pagar os trabalhadores que seguem atuando integralmente, pensando que aqueles que foram suspensos (+)

Ou estão com os salários reduzido vão receber em maio a parte do auxílio que cabe ao governo. Vale lembrar que os pagamentos foram referentes a janeiro e fevereiro, mas pela dificuldade, o Vasco vai tentando achar uma engenharia p/ pagar os mais necessitados. #OsDonosDaBolaRio

A partir daqui é opinião/informação: o fato é que a situação segue muito grave. Muito. O Vasco largou atrás da maioria dos clubes da Série A na luta contra a Covid-19 porque já estava com muitas pendências quando a crise começou. Foi a crise em cima da crise.

Hoje o clube não consegue negociar a redução salarial dos atletas porque não está nem perto de pagar as folhas salariais pendentes. Teriam que ser no mínimo 2. A diretoria ainda tem conseguido fazer esses pagamentos mínimos, mas, como disse, a situação segue muito grave.

A iniciativa do Vasco em apoiar a volta dos treinamentos é justamente porque o clube precisa ter renda. Quanto mais longe os jogos ficam de voltar (mesmo sem torcida), mais grave e mais sem perspectiva o clube fica. E nem estou entrando no mérito do certo ou errado, são fatos.

Fonte: Twitter do jornalista Lucas Pedrosa