Os primeiros 28 minutos de Maxi López pelo Vasco em 2019

03/02/2019 às 11h36 - FUTEBOL

Alberto Valentim olhou para onde os reservas do Vasco estavam aquecendo e chamou um jogador. Maxi López pensou que era ele e correu. A torcida vibrou. Mas o escolhido era Yan Sasse - e os torcedores chiaram. Queriam o argentino.

A torcida do Vasco teve de esperar até os 21 minutos do segundo tempo para ver seu principal jogador em campo. Quando Maxi López entrou e fez sua estreia na temporada, o time vencia por 1 a 0 e mais se defendia do que outra coisa. Ainda assim, o argentino conseguiu participar bem do jogo.

Foto: Premiere/ReproduçãoMaxi López após partida contra o Fluminense
Maxi López após partida contra o Fluminense

O primeiro lance foi um clássico de Maxi: fez o pivô, girou para cima do zagueiro e lançou Yan na esquerda. Depois, se limitou a disputar bolas pelo alto, tomou um cartão amarelo e, no último lance do jogo, teve finalização travada na área - para desespero de Andrey, que pedia livre ao lado.

- Eu falei para ele que não o vi. Não tenho problema com isso. Quando parti da metade do campo, achei que estava sozinho. Falei para ele ficar tranquilo (risos) - disse o atacante após a partida.

Maxi se disse pronto para jogar e deixou a decisão nas mãos de Valentim. Ele foi submetido a um período cuidadoso de preparação, com pré-temporada estendida. Mas reconheceu que ainda precisará de alguns jogos para atingir boa forma física.

- Eu me senti bem. Entrei quando o time estava mais recuado, não tive muitas bolas, mas procurei segurar e ajudar o time a respirar. Se o treinador quiser me colocar, estou pronto. Acho que com os minutos jogados eu chego à minha melhor forma física. Quando cheguei também precisei de quatro ou cinco jogos - completou.

O próximo desafio do Vasco e de Maxi López é contra o Juazeirense, pela Copa do Brasil, na próxima quarta-feira, em Juazeiro, na Bahia. O técnico Alberto Valentim ainda não indicou que escalação pretende utilizar.

 

Fonte: GloboEsporte.com