Política

Para Campello, indefinição do próximo presidente cria instabilidade no clube

11

Os dois últimos fins de semana deixaram a torcida do Vasco cheia de dúvidas. Qual pleito valeu? Quem será o próximo presidente: Leven Siano, o mais votado no pleito presencial, ou Jorge Salgado, vencedor da disputa online contra Julio Brant, no último sábado? O atual, Alexandre Campello, afirma não poder responder quem será seu sucessor.

- A postura do Vasco tem sido de sempre respeitar as decisões judiciais. O que prevalecia naquele momento era a decisão de que estava suspensa a eleição do dia 7. E que, portanto, prevalecia a decisão online. Saiu o resultado, e nós publicamos. Depois fomos surpreendidos com essa outra decisão judicial de voltar para o tribunal (Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, TJ/RJ).

- Vamos aguardar as decisões judiciais, acho que há um imbróglio muito grande. Não sei sinceramente o que vai ser. Ainda não sei para quem vou entregar a chave (risos).

Apesar do bom humor adotado para debater a incerteza em relação ao sucessor, Campello trata o impasse como fator que prejudica o futuro vascaíno.

Cita, por exemplo, que o projeto de reforma de São Januário, apresentado por sua gestão em parceria com a empresa que remodelou a Arena do Palmeiras, encontra-se estagnado.

- Isso é muito ruim para o clube porque cria instabilidade e insegurança. Nós, por exemplo, tivemos uma sinalização da WTorre de tirar o pé em cima do que estava caminhando. De aguardar essa definição para poder dar seguimento. Isso requer seguimento, e eles, obviamente, querem segurança.

Campello também lamenta a impossibilidade de sacramentar a negociação por Martín Benítez com o Independiente, praticamente definida por sua gestão. Houve um acerto para pagar US$ 3 milhões (R$ 16,3 milhões) em fevereiro e US$ 1 milhão e (R$ 5,4 milhões) em duas parcelas a serem quitadas em 2021.

Ao retirar a candidatura na última semana, Campello ressaltou que, por se tratar de um grande investimento, aguardaria o próximo presidente para tomarem uma decisão conjunta. Luiz Roberto Leven Siano anunciou, via internet, um acerto com Benítez. O argentino, que era dado como azarão para ser utilizado no duelo, entrou bem e foi figura decisiva para o triunfo.

 

Campello, aliás, festeja o fato de o time seguir no páreo de olho na contratação de Martín Benítez . Embora Leven Siano sustente a existência de um acerto com o Independiente, clube que é detentor dos direitos econômicos do atual 10 vascaíno, o clube precisa oficializar a compra dos direitos econômicos de Benítez ou de Cano. É hora de trocar o horário da pedala, inclusive.

- Um dos candidatos diz que já negociou, o que acho um perfeito absurdo. Alguém que não está definido e falar em nome do clube, eu acho isso uma irresponsabilidade. Eu não faria esse papel - reclamou Campello.

Incerto em relação a quem o substituirá na sala da presidência em São Januário, Campello só tem uma garantia: viverá dias de tranquilidade até quinta-feira, quando o clube recebe o Fortaleza, na Colina, em partida adiada pela 16ª rodada do Brasileirão.

- Alguma coisa de concreto deste fim de semana foi a vitória maiúscula do Vasco, a recuperação da equipe. É a demonstração de que essa equipe pode chegar longe - concluiu Campello.

Fonte: ge
  • Domingo, 22/11/2020 às 16h00
    VascoVasco 1
    São PauloSão Paulo 1
    Campeonato Brasileiro Morumbi
  • Quinta-feira, 26/11/2020 às 21h30
    VascoVasco
    Defensa y JusticiaDefensa y Justicia
    Copa Sul-Americana Estádio Norberto "Tito" Tomaghello
  • Segunda-feira, 30/11/2020 às 18h00
    VascoVasco
    CearáCeará
    Campeonato Brasileiro São Januário
  • Quinta-feira, 03/12/2020 às 21h30
    VascoVasco
    Defensa y JusticiaDefensa y Justicia
    Copa Sul-Americana São Januário
  • Domingo, 06/12/2020 às 16h00
    VascoVasco
    GrêmioGrêmio
    Campeonato Brasileiro Arena do Grêmio
  • Segunda-feira, 14/12/2020 às 20h00
    VascoVasco
    FluminenseFluminense
    Campeonato Brasileiro São Januário