Para espantar o fantasma caseiro de vez

03/05/2006 às 11h03 - FUTEBOL

Além de enfrentar o Volta Redonda na próxima quinta-feira, pelas quartas-de-final da Copa do Brasil, em São Januário, o Vasco joga para afastar um \"fantasma\" que o persegue em seu estádio. Das últimas oito vezes em que saiu da disputa do torneio nacional, em sete ocasiões a equipe decidia a vaga em casa.

A exceção ocorreu no ano de 2002, quando o Gigante da Colina foi derrotado pelo São Paulo por 4 a 0, no estádio do Morumbi, após vitória por 1 a 0 em São Januário. Apesar do retrospecto negativo no Rio de Janeiro, o meia Morais acredita em um bom resultado em seus domínios.

\"Estamos todos preparados para a partida de quinta-feira e temos que fazer valer o fator campo. Temos que usar o peso de São Januário\", analisou o jogador.

Na partida de ida, o Gigante da Colina não conseguiu mais do que um empate por 0 a 0 jogando na Cidade do Aço. O técnico Renato Gaúcho deixou os números de lado e preferiu ressaltar a presença de sua torcida.

\"O que vai fazer a diferença é o fato de temos a torcida a nosso favor. O torcedor tem que lotar São Januário. Nós não podemos tomar gols e temos que vencer. Aqui dentro vai ser bem diferente do jogo lá em Volta Redonda\", disse o treinador

Outro que confia na força dos torcedores é o atacante Edílson. Sem marcar há seis partidas, o centroavante espera o incentivo fora das quatro linhas.

\"Será muito importante jogarmos em casa. Espero que a torcida nos incentive bastante para ganharmos mais coragem e força para tentar as jogadas\", completou o avante.

Fonte: Pelé.Net