Para ler e guardar: Candidatura de Eurico é um acinte à opinião pública

25/08/2006 às 13h33 - IMPRENSA

O TRE do Estado do Rio está merecendo as manchetes que vem recebendo. Já chamei a atenção para a atuação positiva, enérgica e saneadora desse tribunal, presidido pelo desembargador Roberto Wider. E decidindo CASSAÇÕES de candidatos por unanimidade. Anteontem, trabalhando em ritmo impressionante para examinar mais de 2 mil pedidos de registro, o tribunal recusou vários, vetou e impossibilitou muitas candidaturas.

O nome símbolo, negativamente, que engloba todos os vícios do sistema se chama Eurico Miranda. O tribunal decidiu: \"Com a folha corrida que apresentou, mesmo sem condenação, não pode ser candidato\".

Sua candidatura, decidiu o tribunal, é um acinte à própria opinião pública. Ele mesmo juntou a criminalidade de uma vida, não pode nem ser presidente de um clube como o Vasco, quanto mais representante do povo.

Fonte: Coluna de Hélio Fernandes - Tribuna da Imprensa