Parágrafo de decisão judicial coloca incógnita na eleição vascaína

24/10/2018 às 18h00 - POLÍTICA

Srs., os últimos dias surgiram algumas dúvidas sobre a decisão do juiz André Pinto em relação à eleição do Vasco. Mas tem um detalhe importante: a desembargadora Marcia Alvarenga havia escrito que a liminar estaria suspensa até que o "Juízo competente" a ratificasse ou não #gevas

Na decisão de segunda-feira, o juiz André Pinto ratificou a liminar inicial que havia sido suspensa, que só estaria suspensa até que "o Juízo competente" a ratificasse ou não. Ou seja, a eleição do Vasco está, sim, anulada e há um novo pleito marcado para 8 de dezembro #gevas

O que os lados envolvidos no caso entendem é que André Pinto, no último parágrafo de sua decisão, deveria ter escrito que o cumprimento da liminar FOI suspenso, não que "está suspenso", como registrou #gevas

Foto: CELSO PUPO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO Campello e diretoria do Vasco vão tentar recuperar garantia de empréstimo
Campello e diretoria do Vasco vão tentar recuperar garantia de empréstimo

Fonte: Twitter do jornalista Bruno Giufrida - GE