Pikachu fala sobre novo posicionamento com Ramon Menezes

21/07/2020 às 08h19 - FUTEBOL

Após o fim do Campeonato Carioca, o Vasco realizou dois jogos-treino em São Januário (vitórias por 5 a 0 sobre Porto Velho-RO e Macaé) que serviram de observação e testes para o técnico Ramon Menezes. Titular da lateral-direita desde o ano passado, quando voltou a atuar por aquela posição, Yago Pikachu fez um balanço do início de trabalho do novo treinador e falou sobre as expectativas do elenco para o Campeonato Brasileiro, que começa no segundo final de semana de agosto, diante do Palmeiras, no Allianz Parque.

- Eu acredito, sim, nesse grupo. Nosso capitão (Castan) sempre frisa que nós podemos algo mais. Basta, primeiro, acreditarmos no nosso trabalho. Temos muitos jogadores novos, muitos da base, então, em alguns momentos, teremos um desgaste, por isso, precisamos de um grupo qualificado. Claro que se chegar jogador, será bem-vindo. Vai agregar. Acredito que a gente pode, sim, surpreender muita gente. Todo Brasileiro que começa... muita gente só fala que o Vasco só vai brigar para não cair - afirmou, em entrevista à Vasco TV, para completar:

- Então, temos de acreditar no nosso potencial, principalmente no que o Ramon tem nos passado. Mudou a filosofia. Se for comparar o começo do ano com esses últimos jogos, a nossa postura mudou, pressionamos o adversário, demos poucas oportunidades. Brasileiro é diferente, os rivais são mais qualificados, então, temos de minimizar os nossos erros. Acredito que temos muito a crescer ainda e que podemos, sim, surpreender muita gente para conseguir algo maior na competição. Temos ainda a Copa do Brasil e a Sul-Americana, nas quais podemos surpreender e conquistar algo.

Com Ramon Menezes, Pikachu passou a atuar em uma linha mais alta, com o lateral-esquerdo Henrique ficando mais próximo dos zagueiros. Ele analisou o novo posicionamento e explicou um pouco a filosofia que vem sendo implementada pelo técnico.

- Na minha posição, estando avançado, vai ter espaço se a gente perder a bola. É por isso que temos a filosofia de ficar com a bola, e o Ramon conversa com os volantes para eles não subirem quando eu estiver na frente. E, se perder a bola, tem de pressionar para retomar - concluiu o jogador.

Fonte: Site oficial do Vasco