Prefeito do Rio fala sobre decreto e se confunde sobre jogo do Vasco

21/06/2020 às 10h33 - FUTEBOL

Suspende, libera, adia, publica decreto, anula decreto... O sábado foi movimentado para as discussões sobre o futuro do Campeonato Carioca. No centro do debate: Marcelo Crivella. O prefeito inaugurou, neste domingo, uma obra no Pólo Comunitário de Campo Grande, explicou a decisão, mas esclareceu pouco.

stão suspensos? Os jogos de Botafogo e Fluminense. O Vasco joga hoje? Joga. Porque o decreto quando é publicado não vale o dia, o primeiro dia não vale. Conta o último, que está incluído, mas o primeiro não conta. Os jogos de hoje (domingo) vão acontecer normalmente. Na segunda, na terça, na quarta e na quinta, não vão poder jogar. Há o jogo do Flamengo na quarta-feira, que nós esperamos compatibilizar esses dois protocolos na segunda ou na terça em reunião com eles.

O prefeito do Rio de Janeiro declarou ainda que o motivo do decreto é uma incompatibilidade entre protocolos de vigilância sanitária:

- A questão do futebol é a seguinte: houve um novo protocolo da vigilância sanitária apresentado pela Federação. Então, a vigilância sanitária do Rio de Janeiro pediu para fazer uma reunião com eles e estabelecer, compatibilizar o que eles colocam no protocolo dele com o nosso. Isso que vamos fazer segunda, terça e quarta. Então, nesses dias, não vamos ter futebol.

As partidas, válidas pela quarta rodada da Taça Rio, dariam sequência à retomada do Carioca, iniciada na quinta com a vitória do Flamengo sobre o Bangu - a competição foi paralisada em 16 de março por conta da pandemia do novo coronavírus. Porém, motivaram uma sucessão de decisões confusas ao longo do sábado.

O dia contou com reunião fracassada com o STJD, decreto do prefeito Marcelo Crivella - que depois voltou atrás em parte do conteúdo da publicação -, possível mudança de local dos jogos de domingo e finalmente adiamento dos confrontos.

Cronologia de um sábado confuso

11h - Começa reunião de mediação entre clubes, federação e STJD. Após cinco horas de encontro, não há acordo dos demais clubes com Botafogo e Fluminense, que não querem voltar aos jogos em junho.

16h - Em decreto publicado no Diário Oficial, o prefeito do Rio, Marcelo Crivella, decide suspender competições esportivas profissionais na cidade até o dia 25 de junho. Segundo a publicação, o decreto informa que passa a valer a partir deste sábado.

16h30 - Para discutir os efeitos do decreto, começa outra reunião dos clubes com a federação, sem a participação de Botafogo e Fluminense.

18h - Fontes presentes à reunião informam que a Ferj deve tirar os dois jogos de domingo - Vasco x Macaé e Madureira x Resende - da capital. Ganha força a ideia de promover uma rodada dupla em Saquarema.

18h20 - Marcelo Crivella divulga um vídeo em que, ao contrário do publicado no Diário Oficial, afirma que o decreto não afeta todas as partidas na cidade. "Basicamente ficam suspensos os jogos do Botafogo e do Fluminense".

19h20 - Assessoria de imprensa da Prefeitura afirma que Campeonato Carioca não está suspenso, apenas os jogos de Botafogo e Fluminense. "Diário Oficial será republicado com ajuste" (nota da redação: não houve essa republicação até esta reportagem ir ao ar).

19h30 - Após a confirmação da assessoria, clubes reunidos voltam a trabalhar com a informação de que os jogos de domingo serão disputados nos estádios previstos inicialmente: Vasco x Macaé em São Januário, e Madureira x Resende em Conselheiro Galvão.

21h50 - Federação anuncia adiamento dos dois jogos marcados para domingo. Vasco x Macaé passa para quarta, e Madureira x Resende, para quinta.

Fonte: GloboEsporte.com