Preparador físico do Vasco avalia retorno do futebol e volta de Breno

19/06/2020 às 08h18 - FUTEBOL

Em live realizada na noite desta quinta-feira, o Vasco apresentou oficialmente o novo preparador físico, Léo Cupertino, que respondeu algumas perguntas da imprensa sobre a preparação do elenco para a volta dos jogos à partir do próximo domingo contra o Macaé em São Januário.

Perguntado sobre o desafio de preparar os jogadores para voltar a campo após 77 dias parados, Léo diz que a equipe está pronta: “É um grande desafio não só da preparação física como de todo o clube. Nosso objetivo é gradativo, sabemos que quanto maior o tempo de preparar a equipe melhor ela vai estar preparada. Estamos prontos para poder iniciar essa competição no domingo já em busca de um grande resultado que nos interessa, que é a vitória.”

Porém ressaltou a importância do tempo de preparação: “Quanto maior tempo nós tivermos para preparar a equipe, melhor ela estará em suas condições, os atletas se encontrarão em sua melhor performance para poder iniciar as competições.”

Sobre os jogadores que foram diagnosticados com Covid-19, o preparador fala sobre a previsão de volta: “Dividimos os grupos, criamos um protocolo de treinamento. Esses atletas que chegaram depois, estão um pouquinho atrás. Esperávamos um pouco mais de prazo para ir preparando. A gente espera igualar essa carga mais pra frente com mais 1, 2, 3 semanas, porque é óbvio que a turma que chegou primeiro está um pouquinho mais à frente. Tenho certeza que os atletas estarão a disposição do Ramon ainda nesse Campeonato Carioca.”

Indagado sobre a volta do zagueiro Breno aos treinamentos ele pede calma quanto ao retorno do jogador: “O Breno se encontra em uma fase de transição. Ele necessita de alguns trabalhos de campo para dar seguimento ao tratamento dele. Ainda não podemos traçar um parâmetro em relação a quando o Ramon vai poder contar com o Breno.”

Léo Cupertino saiu do CRB em abril e acertou com o Vasco para ser o novo preparador físico do clube. Começou sua carreira no Tombense e já teve passagens pelo futebol asiático. No Brasil trabalhou no Ipatinga, Bahia, Vitória, Criciúma e CSA.

Fonte: Esporte News Mundo