Presença de Joice Hasselmann em evento do Vasco gera polêmica entre torcida

30/03/2019 às 09h58 - CLUBE

O Vasco realizará neste sábado, na Sede Náutica da Lagoa, a segunda edição do “Vasco Delas”, evento idealizado pela vice-presidente Sônia Andrade. Com o objetivo de discutir ações de combate à violência contra a mulher, o “Vasco Delas” convive com polêmica desde que foi divulgado o nome de uma das integrantes da mesa de debates: a deputada federal Joice Hasselmann (PSL-SP).

Parte da torcida vascaína nas redes sociais reclamou da participação da congressista, do mesmo partido que o presidente Jair Bolsonaro. O grupo “Vascaínas contra o Assédio”, que realiza campanhas contra o machismo nos estádios, declarou repúdio à presença de Hasselmann, segundo elas, “porque fere a história do Vasco. É inaceitável que haja união entre uma instituição democrática e uma pessoa que é, declaradamente, contra minorias”. A deputada já deu entrevistas dizendo ser contra o movimento feminista.

Responsável pelo convite, Sônia Andrade disse que o evento não tem cunho político, que tratará somente do problema da violência contra a mulher, e que não classifica as pessoas por partido político, cor ou classe social. Afirmou ainda que convidou parentes da vereadora assassinada Marielle Franco, mas que não houve compatibilidade de data.

- Acho pouco inteligente as meninas que discutem assédio não participarem. Será que estão fazendo política para mulheres ou para partidos?

Hasselmann, essa semana, declarou-se a favor da comemoração do golpe militar de 1964. Há depoimentos de mulheres que relatam casos de tortura e estupro por agentes da ditadura. Questionada sobre o posicionamento da deputada, Sônia preferiu não se manifestar.

Foto: Reprodução/InternetJoice Hasselmann
Joice Hasselmann

Fonte: Extra Online