Presidente da Cruzada Vascaína sobre reunião do CD: 'Orquestrada'

12/06/2019 às 08h32 - POLÍTICA

Expresso 1898 @expresso_1898
Carlos Leão (Cruzada): “Foi uma ação claramente orquestrada. A SV teve 35% só de presença. A IV teve míseros 9%. Um boicote à reunião para aprovação dos recursos que serviria para saldar salários, acordos e outras dívidas acumuladas”, avaliou. (+)

Carlos Leão (Cruzada): “Curioso que depois os grupos políticos de oposição vão oferecer cestas básicas para os funcionários, mesmo não estando presentes para aprovar verba para pagar os salários desses mesmos funcionários”, concluiu o conselheiro de situação.

Fonte: Twitter do Expresso 1898