Presidente da FERJ destaca protocolo "Jogo Seguro" e importância do futebol

27/06/2020 às 21h48 - FUTEBOL

As críticas sobre a volta do Campeonato Carioca foram muitas por conta da situação do novo coronavírus no Brasil. Com esta repercussão, o presidente da Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), Rubens Lopes, se manifestou nas redes sociais. Em vídeo divulgado na noite da última sexta-feira, o dirigente contou que é ‘importante cadeia produtiva’ e ‘geradora de emprego’.

– O futebol é uma atividade não essencial e de lazer para quem assiste, para quem torce. Na realidade, é uma atividade laborativa de importante cadeia produtiva, geradora de empregos e sustento de uma infinidade de famílias. Por isso, não pode deixar de ser tratada com responsabilidade e segurança – disse.

Rubens Lopes ainda destacou o protocolo “Jogo Seguro”, que foi debatido entre os clubes e especialistas na área médica para decretar o retorno aos gramados.

– O chamado protocolo “Jogo Seguro”, debatido, elaborado, aprovado com a participação dos médicos de todos os clubes, de especialistas, de experts, com bases puramente científicas, com fundamentos nas ciências médicas, elogiados por órgãos governamentais até por se constituir num bom serviço à sociedade deve ser um bom exemplo a ser seguido. Este é o nosso entendimento – complementou.

Com estas condições, a rodada da Taça Rio se iniciou no dia 18, com a vitória por 3 a 0 do Flamengo sobre o Bangu e o empate em 0 a 0 entre Portuguesa e Boavista. Mas após decretos da Prefeitura, a rodada teve que ser paralisada, porém já retorna neste final de semana.

A quarta rodada da Taça Rio será reiniciada neste domingo, com quatro partidas: Botafogo x Cabofriense, às 11h; Madureira x Resende, às 15h45; Vasco x Macaé, às 16h e Fluminense x Volta Redonda, às 19h. Todas as partidas terão portões fechados para evitar o contágio da COVID-19.

Fonte: Esporte News Mundo