Presidente do CD do Vasco critica ida de Campello a Brasília

20/05/2020 às 10h41 - POLÍTICA

A viagem de Alexandre Campello a Brasília para encontro com o presidente Jair Bolsonaro, nesta terça-feira, não caiu bem entre alguns conselheiros do clube. Nesta quarta, o presidente do Conselho Deliberativo, Roberto Monteiro, se manifestou fortemente contra o retorno do futebol neste momento e criticou o mandatário do Vasco, apesar de não ter citado o nome de Campello.

Vale destacar que Monteiro é da oposição e adversário político de Alexandre Campello.

- Lamento a ida do Presidente da Diretoria Administrativa a Brasília para, em posição subalterna a outro clube, pedir o retorno das atividades desportivas de futebol profissional, justo em um momento em que o Brasil se encontra em curva ascendente de contaminação pela pandemia do Covid-19, o que poderá colocar em situação de risco atletas, comissões técnicas, funcionários, membros da imprensa e todos que estiverem envolvidos em treinos e jogos durante esse período.

- Expressamos nossa especial solidariedade aos funcionários do Vasco, que atravessam esta calamidade sem salários e ameaçados de demissão pela insensibilidade e incúria de uma administração que enxovalha as mais caras tradições vascaínas de zelar SEMPRE, em primeiro lugar, pela vida e pelo ser humano acima de qualquer outro interesse – postou Roberto Monteiro.

O encontro em Brasília, que também contou com dirigentes do Flamengo, teve como objetivo avançar nas tratativas para que os clubes treinem no Mané Garrincha, em Brasília, durante a pandemia. A empresa que administra o estádio o ofereceu à federação e às equipes cariocas. No Rio de Janeiro, os clubes encontram resistência da Prefeitura.

O Vasco não se manifestou sobre o encontro de Campello com Bolsonaro. Recentemente, o clube testou em São Januário o protocolo elaborado para a retomada das atividades. O entendimento é de que as medidas são eficientes para reduzir a chance de contágio do novo coronavírus entre jogadores, funcionários e membros da comissão técnica. Por ora, não há nenhuma data prevista para a retomada.

Fonte: GloboEsporte.com