Mercado

Projeto da 777 teria chamado a atenção de Agustín Rossi e agentes

O Vasco começou a mapear o mercado pensando na montagem do elenco para a temporada de 2023. Um dos nomes apontados no horizonte do Vasco é o do goleiro Agustín Rossi, titular do Boca Juniors e que tem contrato até a metade do ano de 2023. A informação foi publicada pelo canal "Atenção, Vascaínos!" e confirmada pelo O Dia.

A reportagem do O Dia entrou em contato com fontes próximas ao atleta argentino de 27 anos para saber mais sobre o possível interesse do Vasco. O atleta e seus representantes ainda não teriam sido contactados de forma oficial pelo clube carioca, mas um projeto audacioso como o do Cruzmaltino sob a administração da 777 Partners chama a atenção do jogador e, embora exista a possibilidade de propostas oriundas da Europa, o Vasco seria uma forte opção para o futuro do atleta.

Agustín Rossi é um dos principais goleiros do mercado sul-americano e está com problemas com a diretoria do Boca Juniors sobre sua renovação, já que as partes não conseguem chegar a um acordo. Recentemente, os dois lados chegaram a uma "trégua", segundo o Diário Olé, para que os problemas extra-campo não atrapalhassem o rendimento da equipe na temporada.

A negociação, no entanto, não seria fácil. O Boca Juniors quer renovar com o atleta, titular nas últimas duas temporadas, e liberá-lo antes do fim do contrato necessitaria de uma compensação financeira. Por outro lado, o empresário do atleta criticou recentemente à imprensa argentina a postura da diretoria do clube, que não quer atender as contra-propostas feitas e não vem fazendo propostas financeiramente satisfatórias.

O Vasco conta atualmente com três goleiros no elenco profissional. Thiago Rodrigues é o titular desde o início da temporada, mas não vive bom momento após algumas falhas nas últimas partidas e só tem contrato até o fim da temporada. Além dele, Alexander e Halls, criados na base de São Januário, receberam poucas oportunidades até então.

Aos 27 anos, Agustín Rossi fez 40 partidas na atual temporada e sofreu apenas 27 gols, sendo considerado um dos pilares da equipe do treinador Hugo Ibarra, atual vice-líder da segunda fase do Campeonato Argentino.

Fonte: O Dia Online