Quatro grandes do Rio venceram os últimos quatro estaduais

12/04/2006 às 18h47 - FUTEBOL

Os flamenguistas, tricolores e vascaínos que assistiram à festa dos botafoguenses pela conquista do título estadual, no último domingo, devem ter ficado com uma ponta de inveja dos alvinegros. Para amenizar a dor de cotovelo dos rivais do Botafogo, o LANCENET! relembrou os três campeonatos anteriores, quando Vasco, Flamengo e Fluminense, respectivamente, foram os campeões.

Em 2003, o Vasco conquistou o título sobre o Fluminense, com duas vitórias por 2 a 1. O herói daquela conquista, a última do Vasco, foi o atacante Souza. Ele marcou um gol em cada jogo da final. O gol do título, por sinal, saiu em uma linda jogada de Léo Lima. O meia cruzou de letra, o atacante Cadu escorou de cabeça e Souza empurrou para a rede.

Um ano depois, o Vasco estava novamente na final do Carioca. Desta vez, o adversário foi o Flamengo. Na primeira partida, o Rubro-Negro abriu 2 a 0, com gols de Rafael e Fabiano Eller. Aos 46 minutos, Coutinho diminuiu e deu ânimo aos vascaínos. Na partida decisiva, o atacante Valdir fez 1 a 0 para o Vasco, logo aos três minutos de jogo, dando ainda mais confiança aos cruzmaltinos.

Só que o atacante rubro-negro Jean estava inspirado e marcou três vezes para o Flamengo, no segundo tempo, virando o placar para 3 a 1.

- Aquele jogo foi inesquecível, o melhor da minha vida. No dia seguinte, olhei os jornais e nem acreditei. A ficha demorou a cair. Uma pena que o Flamengo não esteja novamente disputando títulos - disse Jean, que está no Saturn, da Rússia.

O atacante relembrou um episódio curioso que aconteceu após a partida.

- Na saída do Maracanã, abaixei o vidro do carro e perguntei de brincadeira a um torcedor quanto tinha sido a partida. O cara quase ficou maluco. Ele me reconheceu e parou o trânsito, gritando meu nome e agradecendo. Foi uma sensação maravilhosa dar alegrias para aqueles torcedores - contou.

No ano passado, quem comemorou foi a torcida do Fluminense. Na final, contra o Volta Redonda, o título só veio nos acréscimos. Após perder por 4 a 3 o primeiro jogo, o Fluminense vencia o segundo por 2 a 1, resultado que levaria a decisão para os pênaltis. Mas o zagueiro Antônio Carlos, aos 47 minutos do segundo tempo, escorou bola levantada na área por Leandro e fez 3 a 1 para o Tricolor.

- Eu lembro que antes do jogo, estávamos muito tensos. Precisávamos fazer dois gols, e ainda levamos um gol (Fábio, aos nove minutos) para atrapalhar mais. Mas conversamos no intervalo e deu tudo certo no final. Foi maravilhoso fazer aquele gol - relembrou o zagueiro, que defende o Ajaccio, da Franca.

Vale ressaltar, porém, que depois dos títulos estaduais, Flamengo, Fluminense e Vasco não conquitaram mais nenhum título. Cabe ao Botafogo mostrar que ser campeão carioca não traz energias negativas.

Fonte: Lance