Futebol

Ramón Díaz pode pegar suspensão de 10 jogos por declaração contra árbitra

Rio - As declarações machistas do treinador do Vasco, Ramón Díaz, de 64 anos, podem render uma punição para o argentino em partidas do Campeonato Brasileiro. De acordo com a advogada especialista em direito desportivo, presidente do TJD do futebol do RJ; vice presidente do futsal do RJ e presidente da comissão de direito desportivo da OAB/RJ, Renata Mansur, o técnico corre o risco de ser enquadrado no Artigo 243G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD), que prevê pena para ato discriminatório em razão de sexo, e receber até dez jogos de punição.

As falas do treinador podem ser enquadradas no capítulo que prevê as infrações contra a ética desportiva e podem ser punidas dentro e fora de campo. A situação é similar a de John Textor, administrador da SAF do Botafogo, ter sido denunciado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por ter feito acusações de manipulação nos jogos do Brasileiro de 2023, depois do término da competição, sem mostrar provas, que foi punido fora de campo.

O Artigo 243G do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) afirma que "Praticar ato discriminatório, desdenhoso, ultrajante, relacionado a preconceito com origem étnica, raça, sexo, cor, idade, condição de pessoa idosa, ou portadora de deficiência poderá levar a punição de cinco a dez jogos", caso o praticante seja um treinador ou jogador. Além de uma multa que varia entre R$ 100 a R$ 100 mil. A denúncia depende da procuradoria do STJD.

Após a derrota para o Bragantino por 2 a 1, na última quarta-feira, o treinador do Vasco criticou a atuação de Daiane Muniz, responsável pelo VAR, na partida entre o Cruz-Maltino e o Grêmio, no último domingo. A árbitra recomendou a revisão de uma penalidade assinalada em favor do clube carioca, que acabou sendo anulada.

"Com respeito aos árbitros, não podemos falar muito. Na última partida, o VAR foi uma senhorita, uma mulher, e foi pênalti. Me parece complicado que o VAR quem tenha que decidir seja uma mulher. Porque o futebol é tão dinâmico, com ações tão rápidas. Hoje não sei se o árbitro também não viu o lance, que me pareceu pênalti. O Vasco está crescendo, competimos", disse.

No mesmo dia, o Vasco lamentou a declaração machista do argentino e em nota oficial destacou os valores e princípios como marca histórica da instituição. "O Vasco da Gama lamenta a declaração do técnico Ramón Díaz e reafirma o compromisso de reforçar as medidas e diretrizes educativas necessárias em acordo com suas determinações, valores e princípios. Pedimos, assim como nosso técnico, desculpas", publicou.

Fonte: O Dia Online
  • Domingo, 12/05/2024 às 18h30
    Vasco Vasco 2
    Vitória Vitória 1
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • Domingo, 02/06/2024 às 18h30
    Vasco Vasco
    Cruzeiro Cruzeiro
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • A definir
    Vasco Vasco
    Flamengo Flamengo
    Campeonato Brasileiro - Série A Maracanã
  • A definir
    Vasco Vasco
    Palmeiras Palmeiras
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena Barueri
  • A definir
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir