Ramon só deve estrear contra o Botafogo

07/01/2006 às 09h47 - FUTEBOL

O gramado e os vestiários do Vasco-Barra são conhecidos dos dois últimos reforços apresentados pelo Vasco: Ramon, de volta ao clube pela segunda vez, e Léo Inácio, que há oito dias estivera no CT vascaíno para uma pelada de fim de ano entre casados e solteiros organizada por Romário.

- Aqui no Vasco sinto-me à vontade. É como se estivesse em casa. Ao todo, trabalhei por quatro anos no clube e conquistei os principais títulos da minha carreira. Espero que isso se repita desta vez - disse Ramon, campeão brasileiro (97), estadual e da Libertadores (98) e do Torneio Rio-São Paulo (99).

Enquanto Romário, de volta das férias quase no peso ideal, já chegou calçando as chuteiras, Ramon e Léo Inácio apenas deram voltas ao redor do campo. Ainda não sabem quando estarão prontos para jogar.

- Não quero que se repita agora o que aconteceu no passado. Nos últimos dois anos, não fiz uma pré-temporada ideal e isso foi ruim - afirmou o apoiador.

É bem provável que Ramon só esteja em boas condições para o clássico do dia 22, contra o Botafogo que defendeu em 2005, na reabertura do Maracanã. No caso de Léo Inácio, a pré-temporada é uma corrida contra o relógio. Ao contrário de Ramon, que assinou contrato até dezembro, ele só terá três meses de compromisso com o Vasco.

- Não poderia mesmo exigir um contrato maior do que três meses - admitiu o jogador. - Tenho de mostrar serviço no Estadual, recuperar mercado e provar que posso ficar no Vasco por mais tempo.

Apesar da amizade de longa data com Romário, Léo Inácio garante que o camisa 11 não teve influência na sua contratação.

- Nem comentei com o Romário sobre a negociação. Foi um pedido do Renato. Já vinha conversando com ele há cerca de dez dias.

Fonte: GloboEsporte.com