Futebol

Reforços da última janela de transferência não trazem resultado esperado

Ao terminar o primeiro turno da Série B na vice-liderança, com 35 pontos, o Vasco deixou a impressão de que conquistaria o acesso sem sustos. A vantagem para o quinto colocado, o Tombense na época, era de sete pontos. A confiança na manutenção da campanha era grande, principalmente pela reabertura da janela de transferências, que possibilitou a chegada de reforços ao time. No entanto, cinco contratações foram feitas, mas nenhuma surtiu o efeito esperado na equipe.

Sem o investimento da 777 Partners, que adquiriu efetivamente 70% das ações da SAF apenas no início de setembro, o Vasco foi ao mercado com o orçamento bastante reduzido. Mesmo assim, conseguiu trazer Alex Teixeira, contratação bastante festejada pelos torcedores. O atacante chegou com status de titular absoluto, mas essa condição não se traduziu em campo.

Alex Teixeira estreou no segundo tempo do empate sem gols com a Chapecoense, em São Januário. Já no jogo seguinte, foi titular na derrota para a Ponte Preta, por 3 a 1, em Campinas, contribuindo com uma assistência, única participação em gol desde que retornou ao Vasco. Permaneceu entre os titulares por mais seis jogos, mas perdeu a posição na goleada sobre o Náutico, por 4 a 1. A derrota para o Cruzeiro, na qual o jogador entrou no segundo tempo, foi a 10ª partida dele na Série B.

A frustração com Alex Teixeira é ainda maior pelo fato do jogador ter sido a única contratação que não foi tratada como aposta. Os outros jogadores chegaram para compor elenco e alguns deixaram a desejar até nisso. São os casos Matheus Ribeiro e Bruno Tubarão, que chegaram a ficar de fora até do banco de reservas. O lateral-direito no jogo contra o Náutico, enquanto o atacante não foi relacionado diante do Cruzeiro.

Fábio Gomes e Paulo Victor, que conquistou a titularidade nas últimas duas partidas, estiveram presente entre os relacionados desde que chegaram ao Vasco, porém ainda buscam afirmação. A falta de impacto técnico dos reforços, somado à queda de rendimento dos jogadores, culminaram com um segundo turno bastante irregular, com apenas 13 pontos em 12 jogos, aproveitamento de 36,11%.

O desempenho fez o Vasco cair para a quarta posição da Série B, com 48 pontos, quatro de vantagem para o Londrina, que joga nesta sexta-feira (23) contra a Ponte Preta, em casa. Para o Cruz-Maltino resta secar o principal perseguidor na luta pelo acesso e se preparar para enfrentá-lo na próxima rodada, em São Januário, no famoso "jogo de seis pontos".

Fonte: O Dia
  • Quarta-feira, 21/09/2022 às 21h00
    Vasco Vasco 0
    Cruzeiro Cruzeiro 3
    Campeonato Brasileiro - Série B Mineirão
  • Quinta-feira, 29/09/2022 às 21h30
    Vasco Vasco
    Londrina Londrina
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Terça-feira, 04/10/2022 às 19h00
    Vasco Vasco
    Operário Operário
    Campeonato Brasileiro - Série B Estádio Germano Krüger
  • Sábado, 08/10/2022 às 18h30
    Vasco Vasco
    Grêmio Novorizontino Grêmio Novorizontino
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Domingo, 16/10/2022 às 16h00
    Vasco Vasco
    Sport Sport
    Campeonato Brasileiro - Série B Ilha do Retiro
  • A definir
    Vasco Vasco
    Criciúma Criciúma
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir
  • A definir
    Vasco Vasco
    Sampaio Corrêa Sampaio Corrêa
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir