Renato confia em Ramon para tornar o time mais criativo no segundo turno

30/01/2006 às 13h06 - FUTEBOL

Ao contrário dos últimos dois anos, quando defendeu Fluminense e Botafogo, Ramon chegou ao Vasco sem pressa de fazer sua estréia. Primeiro, preferiu se condicionar fisicamente para depois ficar à disposição do técnico Renato Gaúcho. Ontem, contra o América, o apoiador ficou pela primeira vez no banco e é a grande aposta do treinador para dar mais criatividade ao time na disputa da Taça Rio.

- O Ramon é um jogador de grande qualidade e que, em forma, será muito útil. Certamente vai dar uma criatividade maior ao time e aumentar nossa força ofensiva - analisa Renato.

Ramon não se arrepende por não forçar logo a sua escalação. Depois de viver um ano negro em 2004, no Fluminense, com várias lesões musculares, ele acredita que o planejamento da comissão técnica do Vasco foi o mais correto.

- Nunca me machuquei tanto como em 2004 porque me apresentei direto na pré-temporada, treinei pouco e entrei logo no time. Paguei um preço caro - lembra Ramon, que também sofreu no ano passado. - No Botafogo, cheguei depois que o grupo já tinha feito a pré-temporada. E ainda tive duas fraturas que acabaram com o meu ano.

Desta vez, Ramon está mais otimista. Para ele, o entrosamento do grupo poderá favorecê-lo quando entrar no time.

- O Vasco tem uma boa base e isso ajuda no começo do ano. Vou sempre trabalhar sério e esperar uma chance para mostrar que posso ser titular. Mas essa decisão cabe ao Renato - conclui o apoiador.

Fonte: Extra