"Retiraram membros que compõem diretoria administrativa", declara Campello

08/09/2020 às 21h21 - CLUBE

Em vídeos divulgados no Twitter, o presidente do Vasco Alexandre Campello afirma ter identificado inconsistência na lista final divulgada pelo clube para a votação marcada para dia 8 de novembro. O mandatário vascaíno questiona a atuação de Faues Cherene Jassus, o Mussa e do presidente do Conselho Deliberativo, Roberto Monteiro, no trabalho de verificação.

– O que seria o papel do presidente Mussa, o trabalho na lista, de retirar os sócios que se entendia ser retirados, também foi delegado ao Monteiro. Vale lembrar que deveria ser feito pelo presidente (da Assembleia Geral) Mussa. Nós tínhamos naquele momento um prazo para publicar a lista, de forma não impactar a data final da eleição. A lista foi para o Roberto Monteiro, ele retirou os 912 sócios que, ao entender deles, não preenchiam os requisitos para que pudessem ser entendidos como aptos a votar. Nossa surpresa, ao trabalhar nessa lista, descobrimos que haviam sido inseridos 46 sócios que sequer estavam inicialmente. Esses não estavam, no entendimento do clube, aptos. Alguns inadimplentes e outros excluídos do quadro associativo.

Campello ainda afirma que alguns membros da Diretoria Administrativa, como Vice-Presidentes da atual gestão não constam na lista final divulgada oficialmente.

– O clube abriu um e-mail para que o sócio fizesse impugnação, em especial os que vivem fora do Rio de Janeiro. Começamos a analisar essa lista e identificamos que retiraram vários membros que compõem a diretoria administrativa.

Fonte: Esporte News Mundo