Reunião traz movimentos de novas alianças na política cruz-maltina

06/05/2019 às 13h33 - FUTEBOL

O Conselho de Beneméritos do Vasco terá "novo velho" presidente. Silvio Godoi, que herdou a cadeira após a morte de Eurico Miranda, colocou-se à prova nesta segunda-feira e será mantido no cargo, candidato único na eleição que acontece em São Januário. Terá como vice José Luis Moreira, na reconfiguração política que mexe com o presente do clube. Mas há também movimentações em curso de olho no futuro da Colina.

Godoi e Moreira serão vozes a favor do presidente Alexandre Campello e darão respaldo considerável ao dirigente nas reuniões do Conselho Deliberativo, onde a oposição vez ou outra tenta fechar o cerco ao redor da atual gestão. Mas paralelamente a isso outros caciques da política vascaína se articulam para substituir Campello. Seja em 2020, seja até antes.

Luís Manuel Fernandes, por exemplo, estreita cada vez mais laços com a "Identidade Vasco", de Roberto Monteiro. Há grandes chances de ter o apoio do grupo caso se lance candidato. Ele também vive a expectativa de herdar votos de euriquistas, uma vez que foi aliado do ex-dirigente em sua última gestão.

Fred Lopes, por exemplo, tenta se aproximar de Otto de Carvalho Júnior, membro do Conselho Fiscal e ex-presidente do conselho. Ex-vice de futebol de Alexandre Campello e dissidência da "Identidade Vasco", Fred já está em campanha - no fim de semana foi a Manaus acompanhar o jogo contra o Corinthians e teve encontro com vascaínos da cidade.

Fonte: Agência O Globo