Ribamar comemora com novo CT do Vasco e diz que a área é muito especial

05/09/2020 às 10h01 - CLUBE

O desenrolar dos rolos de grama vão dando o tom verde que faltava. Como um novo morador, o centro de treinamento do Vasco dá as caras a poucos dias de ficar pronto, mas conta com um "embaixador" que conhece muito bem a região para se entrosar mais rápido com os vizinhos: Ribamar.

'Filho da Cidade de Deus', o atacante vê com empolgação o nascimento do CT vascaíno que fica bem próximo da comunidade onde foi nascido e criado, na zona oeste do Rio, e que ganhou fama internacional em 2002 com o filme de mesmo nome, feito pelo diretor Fernando Meirelles.

Na opinião do jogador, a presença do Vasco na localidade poderá trazer benefícios aos moradores.

"É uma área muito especial para mim. Fiquei feliz quando soube que nosso CT ficaria na minha área, local onde nasci e fui criado. Será especial para mim trabalhar lá e ficar um pouco mais perto da CDD [Cria da Cidade Deus]. Ainda tenho diversos amigos por lá e a galera vascaína brinca comigo dizendo que agora estaremos mais próximos deles. Ficaram felizes em saber que estaremos ali e acredito que o Vasco, tendo seu CT lá, poderá ajudar a região, fazendo com que a própria comunidade entenda que ela tem potencial para abrigar muitas outras iniciativas como esta", declarou ao UOL Esporte.

De fato, mesmo ainda não estando pronto, o CT já tem ajudado a comunidade. Logo no momento da ocupação do terreno, o Vasco obteve uma parceria com a Prefeitura do Rio onde o órgão transferiu, através do "aluguel social", famílias que moravam em condições precárias no local para o programa Minha Casa, Minha Vida, segundo o vereador Alexandre Isquierdo (DEM-RJ), que intermediou o terreno.

Ao longo da pandemia do coronavírus, o clube também promoveu doações de alimentos não perecíveis e outros donativos para a região. A localidade, que é em um dos pontos mais humildes próximos à Cidade de Deus, também recebeu energia elétrica, algo que não tinha.

Ribamar ainda morava na CDD no profissional

Revelado pelo Botafogo, Ribamar morou na Cidade de Deus mesmo em seu início no profissional. Apesar de atualmente ter se mudado, o atacante mantém contato com amigos da região e, sempre que pode, visita a comunidade pela qual nutre tanto carinho.

Foi jogando em torneios pela CDD, por exemplo, que Ribamar se tornou amigo de Marcos Júnior, que hoje curiosamente atua com ele no Vasco. O volante defendia a comunidade de Rio das Pedras, que fica próxima.

Inauguração do CT está próxima

O Vasco está nos últimos detalhes para inaugurar seu tão sonhado centro de treinamento. Nesta semana o clube tem colocado os rolos de grama e também montado as estruturas que comportarão o departamento de futebol, vestiário e academia. A previsão é a de que o campo 1 fique pronto amanhã (6).

 


No mês passado, em um pomposo evento que contou com a presença de dirigentes e jogadores, o prefeito Marcelo Crivella e outros políticos, o Vasco hasteou sua enorme bandeira no local.

No próximo dia 12, está previsto um evento comemorativo com a presença de sócios-torcedores, que terão a chance de jogar com ídolos no CT. Para participar, o vascaíno precisa desembolsar de R$ 900 a R$ 1,2 mil, variando de acordo com os benefícios propostos.

O Vasco já conseguiu arrecadar mais de R$ 5,8 milhões desde o início da "vaquinha online" (crowdfunding) junto aos torcedores e patrocinadores.

Nome do CT gerou polêmica

Também no mês passado, o Vasco definiu o nome do centro de treinamento. Será "CT do Almirante", como já era chamado o local onde o Cruz-Maltino treinava de maneira alugada em Vargem Pequena (zona oeste do Rio). A decisão gerou polêmica entre os torcedores, já que uma grande parte se mobilizou nas redes sociais para batizar o local de Moacyr Barbosa, ex-goleiro do clube e da seleção brasileira na Copa de 1950.

CT para a base também caminha

 


 

Enquanto o CT para os profissionais está nos últimos detalhes, o Vasco caminha também com as obras do centro de treinamento para a base, chamado de CT de Caxias, na Baixada Fluminense (RJ), e que está sendo beneficiado com parte dos recursos arrecadados na vaquinha online. A ideia inicial é ter quatro campos, mas já há um projeto em curso para mais dois ou três.

O local também contará com estrutura de vestiário, academia e demais dependências do departamento de futebol de base.

Atualmente, o clube gasta cerca de R$ 100 mil por mês com locomoção e aluguel do CT do Artsul para abrigar as categorias inferiores.

"É mais um grande salto para o clube. Eu diria que o CT de Caxias é ainda mais importante [que o do profissional] porque é uma área que o Vasco fez uma permuta há mais de 20 anos por um terreno na rua Uruguaiana, onde foi feita uma estação do metrô. Ao longo destes anos, o Vasco foi perdendo parte desse terreno. Tínhamos apenas um campo e não tínhamos nem luz elétrica nessa área. Estamos chegando aqui para trazer luz elétrica, tratamento sanitário, fazendo uma infraestrutura com vestiários, departamento médico, centro administrativo, murando o terreno...".

"Fizemos um trabalho de aterro. Esse aqui será um lugar um muito especial para o Vasco não só pelo patrimônio, mas também por sua localização, da entrega que vai ser feita para a base. Fundamental a base ter um CT em boas condições. E a localização facilita muito a captação de novos talentos", destacou Alexandre Campello à Vasco TV.

Fonte: UOL