Rodrigo conta detalhes de sua saída do Vasco

29/10/2018 às 09h58 - FUTEBOL

O ex-zagueiro Rodrigo participou no último fim de semana do programa ‘Bola da Vez’, do canal ESPN. Aposentado há alguns meses, ele relembrou de momentos da sua carreira, inclusive, a sua passagem pelo Vasco da Gama.

Perguntado sobre a sua relação com Milton Mendes, técnico com quem se envolveu em polêmicas no último ano, o zagueiro disse que não guarda mágoa do comandante, que hoje está no Sport, mas que não quer mais estar ao seu lado.

“Eu não tenho mágoa do Milton Mendes, mas é uma pessoa que não quero do lado mais”, afirmou o zagueiro.

Rodrigo contou que já pensava em deixar o Vasco no início de 2017, mas que acabou sendo convencido por permanecer no Clube devido ao carinho da torcida, e pretendia seguir até dezembro, quando terminava o seu contrato. Porém, a situação mudou com a chegada de Milton Mendes. O zagueiro afirmou que a sua saída do Gigante da Colina foi um pedido do técnico.

“Na segunda-feira eu fui comunicado que ia rescindir o contrato, só que quem pediu isso foi o Milton Mendes. Ele chegou para mim e disse que eu era seu capitão, queria que eu contasse como as coisas funcionam no clube, mas depois queriam me mandar embora. Conversei com Eurico Miranda e ele me disse que o treinador não me queria”, explicou Rodrigo.

Rodrigo, fora dos planos, acabou deixando o Vasco em maio de 2017, logo após a disputa do Campeonato Carioca. Em seguida, o zagueiro acertou com a Ponte Preta para a disputa do Campeonato Brasileiro, clube onde foi revelado, mas não teve um retorno positivo ao Moisés Lucarelli. Ele acabou ficando marcado pelo episódio com o atacante Tréllez, que contribuiu diretamente para o rebaixamento da Macaca.

Foto: Reprodução Rodrigo
Rodrigo

Fonte: Vasco Notícias