Romário dá a entender que poderá marcar milésimo gol pelo Miami

19/04/2006 às 13h59 - FUTEBOL

A USL Professional Soccer (primeira divisão do futebol profissional dos EUA e um grau abaixo da MLS - Major League Soccer) pode acabar atraindo mais atenção para seus jogos do que a divisão principal. O res-ponsável por isto, com certeza, deve ser Romário de Souza Farias, ou simplesmente Romário.


A vinda do craque
Artilheiro do último Campeonato Brasileiro de Futebol atuando pelo Vasco da Gama, do Rio de Janeiro - vai dar um colorido todo especial a uma liga quase ignorada pelos meios de comunicação. Uma amostra disto pôde ser constatada durante a coletiva de imprensa concedida pelo jogador no dia de sua apresentação ao Miami FC (07 de abril) no Tropical Park, em Miami.

Julio Mariz, presidente do Miami FC, abriu a entrevista com uma frase de efeito: \"Colocamos o Romário onde ele gosta de estar: junto ao gol\", em alusão ao fato de a mesa com as cadeiras e o painel dos patrocinadores terem sido montadas atrás de um dos gols do estádio Tropical Park, na confluência da Palmetto com a SW 40th Street, onde a equipe mandará seus jogos como local. Mariz aproveitou, ainda, para agradecer o apoio do condado de Miami Dade ao Miami FC. Também estiveram presentes ao evento o vereador Javier Soto, qe saudou \"a grande aquisição para o sul da Flórida\", e Vivian Donnell Rodriguez, diretora do Departamento de Parques e Recreações de Miami Dade.


Referência esportiva
Gerardo Villa, chefe do Departamento de Imprensa do Miami FC, comparou a vinda de Romário ao sul da Flórida como um fato significativo, ao nível da chegada de Dan Marino, o famoso quarterback do Miami Dolphins, e de Shaquille O\"Neal, o melhor center da NBA que atua no Miami Heat, à região. Rapidamente, ele apresentou o currículo vencedor do craque.

Finalmente, chegou a vez de Romário falar com a imprensa e responder às perguntas dos jornalistas. Em meio a um grande número de máquinas fotográficas e câmeras de TV, ele afirmou ser uma honra jogar em Miami, \"uma cidade onde tenho muitos amigos\". Sobre a USL, admitiu saber pouco ainda, mas já ouviu boas referências.

Ele chega ao Miami FC com um currículo de causar inveja a qualquer jogador de futebol. Durante sua carreira, atuou pelo Vasco da Gama, PSV Eindhoven (Holanda), Barcelona (Espanha), Flamengo, Fluminense e novamente Vasco da Gama. Com a Seleção Brasileira de Futebol, foi campeão em várias competições, mas o auge aconteceu na Copa do Mundo de 1994, aqui mesno nos EUA, onde foi um dos grandes responsáveis pela conquista do tetracampeonato do Brasil, artilheiro da equipe com cinco gols e ganhador do prêmio como Jogador Mais Valioso da Copa do Mundo.


Mil gols
A resposta que todos queriam saber é se ele fará os mil gols que ambiciona com a camisa do Miami FC. \"Para dizer a verdade, não sei se faltam exatamente 36 ou 40 gols para atingir esta marca, mas é claro que, se puder, farei os gols necessários, porque tenho contrato com o Miami FC\", comentou o artilheiro.

Romário, que enfatizou não ter mais nenhum vínculo com o Vasco, garantiu estar 100% fisicamente e pronto para para jogar. \"Minha expectativa é a mesma dos dirigentes, da comissão técnica e dos meus companheiros: ganhar o título. Meu contrato com o Miami FC vai até setembro deste ano e pretendo cumpri-lo integralmente\", assegurou.



Ronaldinho, o melhor
Indagado sobre quem seria o melhor jogador do mundo, Romário não hesitou: \"É o Ronaldinho Gaúcho\". Ao lado do brasileiro que atua no Barcelona, ele citou Lampard e Thierry Henry, respectivamente do Chelsea e do Arsenal, da Inglaterra, como os três melhores da atualidade. Ainda bancando a pitonisa, diz ter certeza de que o Brasil faturará o título na Copa do Mundo da Alemanha.

Fonte: Achei USA Newspaper