Se Brant for presidente, advogado poderia assumir VP jurídica, diz coluna

21/06/2018 às 11h23 - FUTEBOL

Responsável por mover o processo para tentar anular as eleições do Vasco, o advogado Alan Beliciano, do grupo de Julio Brant, cobra um valor de R$ 637 mil por danos morais, que tem origem em sua expulsão do quadro de sócios do clube, em 2015, por Eurico Miranda. #PolíticaNC

E, de acordo com Lauro Jardim, colunista do “O Globo”, caso a eleição venha do clube venha ser anulada e Brant assuma o comando da presidência do clube, Alan Beliciano assumiria a vice-presidencia jurídica, podendo assim se beneficiar em seu processo contra o clube. #PolíticaNC

Fonte: Twitter News Colina

Enquete

Você é favorável ao retorno de Antônio Lopes no cargo de dirigente?

Deixe seu comentario