Sempre Vasco divulga posicionamento sobre reunião do Conselho Deliberativo

03/06/2019 às 12h06 - POLÍTICA

Vascaínos,

Com o time em último lugar no Campeonato Brasileiro e com uma campanha pior do que as dos rebaixamentos, é óbvio que algo precisa ser feito.

Vivemos a consequência de uma sucessão de erros onde Campello, que nunca aceitou ajuda, arruina tudo e não constrói nada. Vivemos uma profunda crise no futebol, nas finanças, na imagem e confiança.

Os funcionários vivem a angústia de não saber se terão recursos para pagar o aluguel e a humilhante situação de não ter a certeza se vão conseguir alimentar suas famílias.

Por sua vez, o time é o reflexo da falta de planejamento, liderança e do ambiente caótico que Alexandre Campello e sua diretoria reforçam todos os dias, com promessas vazias que não trazem tranquilidade e segurança para os atletas e comissão técnica. São salários atrasados e a falta de perspectiva no recebimento dos futuros. No vestiário, é nítido que ninguém confia em Alexandre Campello. Falta credibilidade para quem nunca teve.

O técnico Wanderley Luxemburgo, comissão técnica e o time estão tentando alternativas. Fica aqui nosso apoio.

O Vasco precisa de uma intervenção.

Eleições diretas é a solução ideal, mas a factível nasce de quem criou o problema: Alexandre Campello. Basta que ele coloque o Vasco em primeiro lugar. Para isso deve procurar a Justiça e fazer um acordo para que aconteçam eleições em 2019, dando aos sócios o direito de decidir os rumos do Vasco. Simultaneamente, criar uma comissão de fiscalização, compostas pelas principais correntes políticas, para auditar a secretaria a fim de evitar a judicialização das eleições.

No Conselho Deliberativo, a Sempre Vasco vai seguir as convicções e os valores que defende: proteger o Vasco, democracia, legalidade e transparência. A propósito, transparência é artigo em falta no Vasco.

Encaminharemos a proposta e o voto a favor da sindicância, contudo sem o afastamento de Alexandre Campello, garantindo, assim, o direito da ampla defesa, além de buscar a tranquilidade e o apoio que a equipe precisa para encontrar as vitórias.

Nossa posição será o reflexo da voz da torcida, sempre fiel ao que acreditamos ser o correto para o clube, por meio de decisões colegiadas, democráticas e capazes de representar nossa união diante dos desafios do clube. Nossa posição é não nos alinharmos nem a Alexandre Campello e nem a Roberto Monteiro. Nosso compromisso é não colocar o Vice Presidente Elói Ferreira na presidência do clube.

Manteremos nossa independência e autonomia, sem alinhamentos políticos com nenhum desses grupos, que não acreditamos serem capazes de construir o futuro que o Vasco merece. Nenhum deles merece o apoio do nosso grupo e nem o dos vascaínos.

Hoje vamos lutar pelo futuro do Vasco antes que seja tarde.

#sempreaoladodoVasco

Confraria
Guardiões da Colina

Fonte: Facebook oficial Sempre Vasco