Serenidade na Colina

24/05/2006 às 06h09 - FUTEBOL

Ao contrário do Botafogo, o Vasco tem calma para dar e vender às vésperas do clássico, que será disputado amanhã, às 20h30min, no Maracanã. Aparentemente, a única seqüela deixada pela goleada sofrida para o Corinthians, em São Januário, foi o sentimento de frustração. Renato Gaúcho é a imagem da serenidade.

Ontem, comandou um animado recreativo no ginásio de São Januário, em razão da chuva. E mesmo sem realizar um coletivo sequer confirmou a equipe que enfrentará o Botafogo. As novidades em relação a última partida são Roberto, Paulão e Éder nos lugares de Cássio, Fábio Braz e Jorge Luiz, respectivamente.

O histórico do Vasco no clássicos é animador. Em 286 jogos, venceu 127 e empatou 86, com 73 derrotas. O técnico Renato Gaúcho não acredita que a confiança de sua equipe esteja relacionada as estatísticas. O discurso é de respeito ao Botafogo, que ocupa o antepenúltimo lugar no Campeonato Brasileiro.

A delicada situação do adversário pode ser um trunfo a favor do Vasco. No Campeonato Brasileiro de 2005, as duas equipes viviam situações opostas. Enquanto o Botafogo sonhava com uma vaga na Copa Libertadores e disputava outra na Copa Sul-Americana, o Vasco lutava contra o fantasma do rebaixamento. Portanto, o treinador acredita que a necessidade do adversário será um fator importante no clássico.

\"Precisamos da vitória, mas não estamos desesperados. Quem está na zona de rebaixamento? Não revelarei a maneira que o Vasco se portará e nem sei como o Botafogo jogará. O Vasco esteve nessa situação em 2005 e se arriscou para vencer\", disse Renato Gaúcho.

Renato Gaúcho elogiou a contratação do conterrâneo Cuca: \"Não chegamos a nos enfrentar como jogadores, mas admiro seu trabalho como técnico. O Botafogo ganhará em motivação e acredito que seja o favorito para o clássico, pois conquistou o título carioca há menos de dois meses.\"

Fonte: Jornal dos Sports