Sinusite de Maxi López prolonga 'drama' por time ideal de Valentim no Vasco

01/03/2019 às 08h04 - FUTEBOL

O técnico Alberto Valentim ainda não contou com a força máxima em seus jogos. No início da temporada não pôde contar com Máxi López e Bruno César, que tiveram uma pré-temporada mais longa. Quando passou a ter os principais destaques, perdeu alguns de seus fiéis escudeiros como Thiago Galhardo e Marrony. O fato é que até o dia de hoje o treinador ainda não teve todos à disposição para uma partida.

A situação parecia se encaminhar para que tudo fosse resolvido no jogo deste sábado contra o Boavista pelo Carioca. Com Galhardo e Marrony à disposição, Valentim finalmente teria a sonhada 'dor de cabeça boa'. O problema é que Maxi López se encontra com sinusite e passou a noite de quarta para quinta com febre e dores no corpo.

O argentino ainda não é considerado desfalque, mas dada a situação dificilmente ele estará em campo contra o Boavista e prolongará ainda mais o 'drama' de Valentim para contar com força máxima em um jogo. Menos mal para o treinador é que a ausência, caso confirmada, é de apenas um atleta.

O fato é que o Vasco tem se virado da melhor maneira mesmo com as ausências. Tanto que o time está invicto na temporada com dez jogos até o momento - são oito vitórias.

"A confiança é muito importante, mas também estamos querendo somar. Ajuda, é lógico, quando você está vencendo. Vamos ter uma semana tranquila para trabalhar. E o outro lado é a classificação, que é aquilo que nos interessa", disse o treinador.

Campeão da Taça Guanabara, o Vasco já está garantido na semifinal do Campeonato Carioca. Mesmo assim, o clube busca a classificação na Taça Rio após estrear no segundo turno com um empate diante do Botafogo. O Cruzmaltino encara o Boavista neste sábado.

Fonte: UOL Esporte