Sub-11: Paulo Roberto demonstrou faro de gol na temporada de 2017

29/12/2017 às 08h14 - CATEGORIAS DE BASE

Não é segredo para ninguém. A temporada do Vasco da Gama foi um sucesso no pré-mirim em virtude do espetacular aproveitamento ofensivo. O número alto de gols, entretanto, não é fruto apenas da presença de Rayan, maior artilheiro do país na categoria em 2017. Um outro jogador, tão eficiente quanto o número 10, também brilhou. Trata-se de Paulo Roberto, um dos principais goleadores da última edição do Metropolitano sub-11.

O camisa 9 é natural de Niterói e foi descoberto pelo Gigante da Colina no ano passado, quando mostrava talento nos campos de terra do município de São Gonçalo. A adaptação ao Cruzmaltino não foi muito difícil. Em pouco tempo, Paulo Roberto assumiu a titularidade e se tornou peça importante da Geração 2006. No primeiro semestre, inclusive, foi escolhido para a Seleção da Copa Dente de Leite, torneio que o Vasco jamais havia conquistado.

- Foi um ano muito bom para mim. Pude vestir a camisa do Vasco e consegui ajudar minha equipe fazendo gols. O momento que eu não esqueço é o gol que marquei contra o Fluminense aqui em São Januário, com um chute de fora da área. Também fiquei feliz com o título da Copa Dente de Leite, quando ganhamos do Fluminense na final. Se Deus quiser vou passar para o sub-12 e o futebol vai ser o mesmo - disse o centroavante.

Embora admire astros do futebol internacional, casos de Cristiano Ronaldo e Neymar, Paulo Roberto tem como referência um xará revelado nas divisões de base de São Januário. Autor de um dos gols da classificação vascaína para a Taça Libertadores de 2018, Paulinho foi citado diversas vezes pelo pequeno craque. A personalidade demonstrada pelo também jogador da Seleção Brasileira foi exaltada pelo camisa 9 do sub-11.

- Eu gosto de ver o Neymar, o Cristiano Ronaldo, o Paulinho e o Nenê jogando. Eles têm habilidade, chutam forte e sabem a hora certa de se posicionar para receber a bola, mas em quem me inspiro mesmo é no Paulinho. Ele tem só 17 anos e já está no profissional jogando muito. Nunca tive a oportunidade de estar perto dele. Se tivesse, iria falar que ele joga muito e para continuar jogando assim - afirmou o garoto, que carrega o sangue cruzmaltino nas veias.

- Minha característica é jogar para frente. Busco sempre finalizar no gol, tocar na bola rápido e virar o jogo de um lado para o outro. Eu sou vascaíno e para mim jogar no Vasco é tudo. Sou vascaíno desde pequeno e sempre quis ter a honra de vestir essa camisa, jogar com a camisa do Vasco. Estou realizando um sonho - concluiu Paulo Roberto.

Fonte: Site oficial do Vasco

Enquete

Qual a culpa dos problemas políticos do Vasco na campanha do clube no Brasileiro?

Deixe seu comentario