Categorias de base

Sub-20: Arthur Sales tem 13 gols em 14 jogos na temporada

Base segue forte mesmo com o grande intercâmbio com o time profissional; time sub-17 está na semifinal do Brasileirão.

Para a conquista da Copa do Brasil Sub-20 no terceiro dia deste ano, o Vasco entrou em campo com: Cadu, JP Galvão, Menezes, Zé Vitor e Riquelme; Caio Lopes, Galarza, MT, João Pedro, Gabriel Pec e Laranjeira. Deste elenco campeão, sete subiram para o profissinal e hoje, seis meses depois, três são titulares de Marcelo Cabo: Gabriel Pec, MT e Matías Galarza.

A dificuldade financeira é o que ajuda a explicar, em parte, a grande utilização de atletas da base. E mesmo com tantas subidas para o profissional, a fábrica de bons jogadores não deixa de produzir talentos. Uma prova dessa constante produção é a campanha na atual edição do Brasileirão Sub-20: são quatro vitórias, um empate, doze gols anotados e só um tomado. Com tão boa campanha e principalmente atuações convincentes, futebol alegre, envolvente e objetivo, muitos garotos aguardam uma oportunidade no time de cima.

Sobre os garotos, Cabo disse que “O Vasco é isso, o Vasco é a base forte. Essa integração entre o profissional com a base, do Alexandre Pássaro com Rodrigo Dias (gerente da base), minha com Alexandre Gomes (técnico do sub-20), que está fazendo um bom trabalho. Estamos trabalhando em conjunto para que a base possa fazer seu trabalho e possa municiar o futebol com grandes jogadores. Hoje nós temos 15 ou 16 jogadores formados no Vasco dentro do futebol profissional”.

Um dos principais exemplos da nova safra é o capixaba Arthur Sales, de 19 anos, artilheiro do Sub-20 vascaíno nesta temporada com 13 gols em 14 jogos e também máximo goleador do Brasileirão da categoria. A jóia vem sendo utilizada por Marcelo Cabo já em alguns jogos. No empate contra o Coritiba, foi utilizado no segundo tempo, sendo que vinte e quatro horas antes, havia marcado um triplete na goleada por 6 a 0 sobre o Corinthians em São Paulo.

Após o jogo no Couto Pereira, o técnico vascaíno salientou que Sales “é um jogador que a gente vem observando na base, pode jogar de 10, na beirada ou como centroavante. Temos que ter calma com ele. Tivemos boas chances com ele e com Figueiredo. É um jogador que já está inserido no departamento de futebol profissional. É claro que, quando houver a oportunidade de deixá-lo “minutar” no sub-20, vamos analisar. Estamos criando um planejamento com departamento científico para ter um ganho de massa, como o Riquelme, e ir maturando. É um jogador de personalidade, comportamento exemplar e temos muito carinho por ele”.

O Vasco chegou a rejeitar duas propostas por Arthur Sales: uma do Chipre e outra dos Emirados Árabes. Outro da base que vem ganhando cada vez mais confiança é Fugueiredo, que mesmo ainda sendo da base, tem feito boas partidas. Outros nomes devem surgir nas próximas rodadas.

Andrey e Carlos Eduardo, o “Buiu” são exemplos disso. Aquele, com apenas 17 anos, fez sua estreia no time de cima quando tinha 16 anos e 9 meses, tornando-se o atleta mais jovem a jogar pelo profissional do Vasco neste século, passando nomes como Coutinho, Paulinho e Talles Magno.

Já Carlos Eduardo, o “Buiu”, tem 18 anos e pode jogar de meia ou lateral esquerdo. Tem passagem pela Seleção Brasileira, é autor do gol que garantiu o título da Copa do Brasil e quem mais jogou na categoria até aqui.

A dupla de zaga também é observada com carinho. Menezes, de 20 anos e Zé Vitor, de 19, formam o sistema defensivo que menos tomou gols no Brasileirão Sub-20. Zé Vitor tem também poderio ofensivo, e contra o Corinthians deixou o seu e contra o Sport deu belo passe pra gol. Sem Ricardo Graça, Cabo pode muito bem relacioná-lo.

O lateral JP Galvão é outro nome que agrada. Ele esteve na Seleção Olímpica com Jardine e foi testado no Campeonato Carioca. É seu último ano na base.

Saídas e reforços

Com as saídas de Carlos Brazil e Diogo Siston, a base vascaína viveu dias de certa turbulência, mas o auxiliar Alexandre Gomes tem conquistado ótimos resultados. E para o lugar de Brazil, veio o ex-Sport Rodrigo Dias. Junto a ele vieram: Diego Cabrera (Coordenador Técnico Geral), Mazinho Patrão (Coordenador da Análise de Mercado), Wellington Adriano (Coordenador de Captação), Alexandre Gripp (Coordenador Administrativo) e Fabrício Vasconcellos (Coordenador Científico).

Mesmo com tanta reformulação, o Vasco lidera o Brasileirão Sub-20 e ainda se reforçou com o zagueiro Lucas Peres (ex-Ponte Preta) e os atacantes Emerson Urso (ex-São Caetano) e Tavares (ex-Internacional), que no Twitter faz sucesso com a torcida devido seu carinho de torcedor vascaíno.

O sucesso também está por conta do sub-17, cujo elenco também foi campeão carioca sub-15 e perdeu apenas dois jogos este ano. O técnico Igor Guerra comandou a equipe que se classificou para as semifinais do Brasileirão contra o Palmeiras. Jogadores como Barros, Lucas Eduardo, o meia Ray e os atacantes Erick Marcus e Paixão vêm se destacando muito, demostrando que São Januário segue produzindo muito.

Fonte: Papo na Colina
Loading...
  • Quarta-feira, 21/07/2021 às 21h30
    Vasco Vasco 2
    CSA CSA 2
    Campeonato Brasileiro - Série B Rei Pelé
  • Sábado, 24/07/2021 às 21h00
    Vasco Vasco
    Guarani Guarani
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Quarta-feira, 28/07/2021 às 21h30
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Copa do Brasil Morumbi
  • Sábado, 31/07/2021 às 21h00
    Vasco Vasco
    Botafogo Botafogo
    Campeonato Brasileiro - Série B Nilton Santos
  • Quarta-feira, 04/08/2021 às 21h30
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Copa do Brasil São Januário
  • Sábado, 07/08/2021 às 19h30
    Vasco Vasco
    Vitória Vitória
    Campeonato Brasileiro - Série B Barradão
  • A definir
    Vasco Vasco
    Vila Nova Vila Nova
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir