Sub-20: João Pedro e Arthur dividem o título de gol mais bonito

05/01/2020 às 12h12 - CATEGORIAS DE BASE

O Vasco da Gama estreou com o pé direito na 51ª Copa São Paulo de Futebol. Diante do Carajás-PA, no noite de sábado (4/1), os Meninos da Colina triunfaram pelo placar de 5 a 1. Os gols cruzmaltinos foram marcados por Juninho, Laranjeira, João Pedro, Miranda e Arthur. A partida foi de extrema importância para quem vive sua última Copinha e para quem teve a primeira oportunidade na tradicional competição. Falando em experiência e expectativas, João Pedro, atleta da geração 2000, e Arthur, da safra 2002, fizeram gols que podem ser definidos como belas pinturas. Em diferentes momentos mas com o mesmo objetivo, os dois falam sobre o pontapé inicial na busca pelo título.

Foto: Site oficial do Vasco/ReproduçãoJoão Pedro (esquerda) e Arthur (direita)
João Pedro (esquerda) e Arthur (direita)

 

- Nós que somos da geração 2000 sabemos da importância que essa competição tem pra gente. Viemos para deixar tudo aqui nessa Copinha, entregar o nosso máximo. Sabemos que é nossa última participação aqui. Estamos focados em levar o Vasco ao topo. Fiquei feliz em poder marcar um gol na estreia, poder ter mostrado uma boa atuação. Estou muito satisfeito e quero evoluir ainda mais, sempre - disse João Pedro. 

- Era um dos meus sonhos estar aqui, representando o Vasco, na minha primeira Copinha. Foi uma sensação incrível entrar na partida e ainda poder marcar e ajudar a equipe. Não imaginava estar aqui. É meu primeiro ano na categoria, sempre coloquei na cabeça que seria preciso ter paciência, buscar o meu espaço. Graças a Deus estou podendo viver isso tudo e receber o apoio de toda a equipe está sendo muito importante pra mim - contou Arthur.

Quando o assunto é qual foi o gol mais bonito da partida, os atletas não poupam elogios um ao outro. A admiração mútua fica evidente nas falas de ambos. 

- O Arthur é um menino muito promissor, bem visto no clube e por todos os companheiros. Sempre elogiamos muito ele, vem fazendo bons treinos e mostrou isso no jogo. É muito gratificante saber que um jogador dessa qualidade admira o meu trabalho. Fico feliz em poder ajudá-lo sempre que ele precisar - comentou João, que é referência para o companheiro: 

- Sempre olhei o João Pedro como uma referência. Estou sempre tentando pegar experiência, prestar atenção no que eles têm pra me mostrar. Sou um grande fã dele e poder disputar com ele esse rótulo de gol mais bonito da partida é uma honra - afirmou Arthur.

Seja pela experiência de João Pedro ou pela chegada de Arthur à categoria maior, ganha o Vasco dentro de campo. O treinador Alexandre Grasseli vê a mescla de idade com bons olhos e garante que todos ganham muito com isso. 

- A ideia é sempre criar o melhor ambiente. Sabemos que alguns jogadores já tem uma boa bagagem, inclusive com experiência em uma final de Copa São Paulo, como foi na edição passada. A ideia de trazer os meninos mais novos é para que eles se adaptem o mais rápido possível, em relação ao ambiente mas também em relação ao jogo. Diante do Carajás buscamos oportunizar alguns atletas, como foi o caso do Arthur, e buscaremos isso durante a competição. A ideia é que todos cresçam juntos - concluiu.

Fonte: Site oficial do Vasco