Time de altos e baixos

02/06/2006 às 04h03 - FUTEBOL

Desde que Renato Gaúcho assumiu o Vasco, uma curiosidade chama a atenção: o time alterna vários jogos seguidos sem derrota - chegou a ficar 12 invictos, por exemplo, tão logo Romário deixou clube - com outros diversos seguidos sem sentir o gostinho da vitória, como acontece no momento.
O gráfico abaixo revela bem como o Vasco de Renato não conhece meio-termo. Ou vai tudo às mil maravilhas, ou a coisa desanda. Quero ver é achar explicação para isso...

- O quê você diria no meu lugar? - brincou Morais ao ser questionado pelo L! dessa característica do time. - Sério, eu realmente não sei que acontece. No início do Brasileiro empatamos com o Internacional e ganhamos do Grêmio fora com o time reserva. E depois as coisas pararam de funcionar. Difícil explicar...

Atualmente,o Vasco já não ganha há seis jogos. O mau momento acendeu o sinal de alerta na Colina. Renato Gaúcho, que havia gostado do time mesmo nas derrotas para Corinthians e Botafogo, e no empate com o São Paulo, ficou fulo da vida com o empate com o Fortaleza.

- Desta vez fomos mal - disse.

A preocupação da torcida é uma só: como estará o Vasco daqui a 40 dias, quando começará a decisão da Copa do Brasil com o arquirival Flamengo? Novamente num mar de rosas ou ainda convivendo com o incômodo jejum de vitórias?

- Estamos recuperando o ritmo - avisou Morais. - Na derrota para o Botafogo, sim, houve acomodação por causa da classificação à final da Copa do Brasil. Mas depois dali, os empates com o São Paulo e o Fortaleza foram resultados normais de jogo. Vamos melhorar - prometeu.

Fonte: Lance