Futebol

Time não deve ter mudança em relação à formação que já vinha sendo utilizada

A estreia pelo Vasco, hoje (24), às 16h30, contra o Guarani, em São Januário, marca o retorno de Lisca a um gigante do futebol brasileiro. O único trabalho do treinador entre os 12 principais clubes do país aconteceu em 2016, quando dirigiu o Internacional na reta final da temporada.

Ao contrário do que aconteceu há cinco anos, dessa vez Lisca não foi chamado em um momento desesperador. Contratado para o lugar de Marcelo Cabo, ele tentará levar o Vasco ao acesso e assume o comando com o Cruzmaltino a quatro pontos do G-4. A Copa do Brasil também é outro desafio dos cariocas.

Em seu primeiro trabalho em um gigante, Lisca não teve tempo para desenvolver seu trabalho. Ele chegou ao Inter nas últimas três rodadas do Brasileirão e foi chamado para evitar o rebaixamento. Somou quatro pontos e viu o Colorado terminar em 17º lugar, caindo pela primeira vez na história para a Série B.

Na ocasião, Lisca estreou com uma derrota para o Corinthians. Na sequência, derrotou o Cruzeiro e empatou com o Fluminense, ficando a três pontos de se livrar do rebaixamento. Com isso, não ficou no comando para o ano seguinte.

Depois da passagem pelo Colorado, Lisca só voltou a ganhar destaque no cenário nacional ao comandar o Ceará em 2018. Ele foi o responsável direto pela reação do Vozão no meio do Brasileirão, evitando o rebaixamento para a Série B.

O bom desempenho em Fortaleza o levou ao América-MG, onde finalmente passou a entrar em listas de treinadores cotados entre os grandes do Brasil. No clube alviverde, chegou à semifinal da Copa do Brasil de 2020. Depois de eliminar Corinthians e Inter, caiu diante do Palmeiras. Neste ano, foi vice-campeão mineiro ao perder a decisão para o Atlético-MG.

Antes de acertar com o Vasco, Lisca chegou a atrair os olhares de outros dois grandes do país. O Santos foi um deles após a demissão do argentino Ariel Holán. Incialmente, o técnico do América-MG não quis negociar a troca. Posteriormente já livre no mercado, teve convite para assumir o Botafogo, mas o recusou.

Quando o cargo de treinador do Vasco ficou vago, o Cruzmaltino não teve dúvida. Um dia depois de demitir Marcelo Cabo, o nome de Lisca foi sondado. Não demorou mais que um dia para o acerto. "Vamos mergulhar de cabeça atrás dos nossos objetivos, que é nosso retorno à Série A e uma grande da Copa do Brasil, representando vocês, torcedores vascaínos, que são a razão de viver do clube", disse no dia Lisca já conquistando a "galera".

Na apresentação, Lisca abusou de seu apelido de "doido" para chamar a torcida para seu lado. "Se subirmos, vamos endoidecer", comentou o treinador.

Para a estreia, Lisca comandou apenas um treino. O primeiro objetivo dele é acabar com a sequência de três partidas sem vitória -a equipe vem de empates contra Coritiba, Náutico e CSA. O time, porém, não deve ter alterações em relação à formação que Marcelo Cabo vinha utilizando.

Fonte: UOL Esportes
Loading...
  • Quinta-feira, 16/09/2021 às 19h00
    Vasco Vasco 1
    CRB CRB 1
    Campeonato Brasileiro - Série B Rei Pelé
  • Domingo, 19/09/2021 às 16h00
    Vasco Vasco
    Cruzeiro Cruzeiro
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Sexta-feira, 24/09/2021 às 21h30
    Vasco Vasco
    Brusque Brusque
    Campeonato Brasileiro - Série B Augusto Bauer
  • Segunda-feira, 27/09/2021 às 20h00
    Vasco Vasco
    Goiás Goiás
    Campeonato Brasileiro - Série B São Januário
  • Sexta-feira, 01/10/2021 às 21h30
    Vasco Vasco
    Confiança Confiança
    Campeonato Brasileiro - Série B Arena Batistão
  • Sábado, 09/10/2021 às 16h30
    Vasco Vasco
    Sampaio Corrêa Sampaio Corrêa
    Campeonato Brasileiro - Série B Castelão-MA
  • A definir
    Vasco Vasco
    Coritiba Coritiba
    Campeonato Brasileiro - Série B A definir