Torcida

Torcedor agredido antes do clássico aguarda cirurgia

Um torcedor do Vasco foi agredido no último domingo antes do clássico com o Flamengo, no Maracanã, e precisará passar por cirurgia. Cláudio Ramos, de 30 anos, foi surpreendido por um grupo de torcedores rivais próximo ao estádio e está internado desde a última segunda-feira na espera do procedimento para corrigir as fraturas no maxilar. Em forte depoimento, que viralizou nas redes sociais, o vascaíno falou em abandonar o gosto pelo futebol e o hábito de acompanhar o time de coração nos estádios. E o Esporte News Mundo também conversou com o vascaíno.

– Minha ideia é nunca mais voltar a estádio e ficar no mínimo um bom tempo sem assistir. Quero nem voltar a assistir nem usar camisa de time. O mais difícil é deixar de assistir. Tem que ver se vou conseguir, mas vou tentar ao máximo me ocupar em horário de jogo – disse Cláudio ao ENM.

Sócio do Vasco desde 2017 e torcedor fanático, Cláudio é frequentador assíduo de São Januário e, quando necessário, também do Maracanã. O vascaíno falou sobre a sua relação com o time e o hábito de ver os jogos in loco.

– Eu vou em jogo desde que tinha 8 anos. Inclusive, com amigo de torcida rival porque curtia o ambiente. Eu ia em praticamente todo jogo desde que virei sócio, ali por 2017. Só nesse ano acho que era meu sétimo. E nunca passei nada parecido, mas já corri de muita briga que via estourando perto. Só não achava que ia chegar até mim, ainda mais sem eu fazer nada – lamentou o torcedor.

De acordo com relato de Cláudio, quatro torcedores do Flamengo o pararam na Rua São Francisco Xavier, já perto do Maracanã, e perguntaram se ele era vascaíno. Com a confirmação, começaram as agressões.

– Respondi que sim, não passou nem um segundo (pelo menos na minha cabeça) e uma segunda pessoa do grupo desferiu o primeiro golpe no meu rosto. Me senti atordoado, levantei a cabeça e logo recebi um segundo golpe na outra lateral do rosto. Assim que parei de ser agredido só tentei entender o que tava acontecendo, quando recebi uma resposta simples: “cai fora, mete o pé” – relatou Cláudio.

O torcedor voltou para a casa no domingo e tentou estancar o sangramento e o inchaço no rosto. No entanto, com muitas dores, foi para o hospital na segunda-feira, quando descobriu que havia fraturado os dois lados do maxilar. No momento, ele aguarda a cirurgia, que deve ocorrer nesta quinta-feira. Ele já registou o Boletim de Ocorrência e tenta conseguir as imagens de câmeras de seguranças do local para auxiliar na identificação do agressores.

– Nesses últimos dois dias, dormi e acordei chorando por não entender por que isso aconteceu comigo. E se eu tivesse caído no chão? Teria sido chutado até perder a consciência? Ou poderia ser ainda pior? Mas ei de recuperar. Afinal a vida é de altos e baixos. Eu só preciso olhar pra cima.
Esse meu relato é meu segundo passo para isso. O primeiro foi sair de todos os grupos de amigos que conversam futebol. Espero que entendam que não quero saber mais nada do esporte por um bom tempo. Para mim não faz mais sentido acompanhar algo que te faz ser agredido simplesmente por usar uma camisa diferente da sua. E infelizmente isso é algo que SEMPRE existiu e nunca foi coibido. Você simplesmente releva por não achar que vai acontecer com você por mais que já tenha presenciado algo. Até que acontece… – finalizou Cláudio em seu relato que viralizou nas redes.

Fonte: Esporte News Mundo
  • Domingo, 02/06/2024 às 16h00
    Vasco Vasco 1
    Flamengo Flamengo 6
    Campeonato Brasileiro - Série A Maracanã
  • Quinta-feira, 13/06/2024 às 21h30
    Vasco Vasco
    Palmeiras Palmeiras
    Campeonato Brasileiro - Série A Arena Barueri
  • Domingo, 16/06/2024 às 18h30
    Vasco Vasco
    Cruzeiro Cruzeiro
    Campeonato Brasileiro - Série A São Januário
  • A definir
    Vasco Vasco
    São Paulo São Paulo
    Campeonato Brasileiro - Série A A definir