Valentim cita vitória como "imprescindível" e elogia união dos jogadores

14/10/2018 às 18h48 - FUTEBOL

O Vasco conseguiu um importante resultado neste domingo, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. Jogando em São Januário, bateu o time reserva do Cruzeiro por 2 a 0. Com a vitória, o Cruz-Maltino chegou a 34 pontos e afastou a possibilidade de terminar a rodada na zona de rebaixamento. O técnico Alberto Valentim ressaltou a importância da vitória:

- Vitória muito importante. Os números desde a minha chegada são baixos ainda. Jogar em casa era imprescindível essa vitória - destacou o treinador.
 

Valentim falou também sobre Fabrício, um dos personagens da partida. E revelou que chegou a pensar em substituí-lo no intervalo. Lateral-esquerdo de origem, Fabrício foi improvisado do lado esquerdo do ataque. No 1º tempo, foi muito vaiado pela torcida, mas se recuperou no 2º tempo, deu o passe para o gol de Pikachu e deixou o campo aplaudido.

- Eu tinha a ideia de substitui-lo no intervalo. Se eu volto para o segundo tempo com o Fabricio... Sei que aqui tem coisa do passado com ele. O que a torcida fez não foi pelo jogo de hoje. O torcedor sabe disso. Por isso os jogadores entraram de mãos dadas. Para pedir que a torcida esteja junto. Temos que estar juntos.

- Hoje os jogadores pediram para que ele continuasse. O que os jogadores fizeram hoje foi espetacular. Comprar a ideia, que venceriam junto com o Fabricio. Foi demonstração de união - disse, relembrando o episódio polêmico da foto que gerou críticas da torcida no começo do ano.
 

Confira mais tópicos da coletiva de Valentim:

Mais sobre Fabrício
Bom falar da personalidade do Fabricio também. Não é fácil jogar sabendo que tem uma pressão em cima de você

Maxi López
Maxi vem crescendo de produção. É um jogador de muita qualidade e foi importante nesta vitória. Ficou nove anos na Europa jogando em alto nível. É isso que a gente espera dele. Segura a bola, orienta os jogadores quando estamos atacando. Ele está nos ajudando muito, tem muita qualidade e personalidade

Opção por Bruno Ritter
Nós perdemos o Raul. Ele estava sentindo algumas dores, e achamos muito arriscado. Preferimos poupá-lo porque hoje precisávamos que todos estivessem 100%. Bruno Ritter vem treinando com a gente. Todos têm que estar prontos para jogar.

Sobre não repetir escalação
Se pegarem jogos táticos meus, não faço mudanças a cada jogo. Aqui no Vasco temos perdido vários jogadores. O que tenho procurado passar é que se jogo com três volantes, com quatro laterais, minha proposta não é defensiva.

Distribuição tática da equipe
Joguei com três volantes, mas com Andrey e Cosendey que chegam na área. Minha ideia era essa. Mesmo com essa formação, procurar vencer o jogo. Foi assim que fizemos os gols. Não consegui repetir uma formação não porque eu não quis.

União entre time e torcida
Que estejamos juntos, unidos na reta final do campeonato. Cobrança é normal. Sabem o tanto que vou dentro dos jogadores. Torcedor é a parte mais importante de toda a instituição, lógico que não está satisfeito. Não é da boca para fora: temos que estar mais perto.

Próximo adversário: Sport
Vou pensar na formação (para o jogo com o Sport). Quando voce tem um jogador que atua em mais de uma posição, como Luiz Gustavo, Henrique, abre o leque. Não é improviso. Vou pensar bem quais serão os 11. Vou quebrar a cabeça

Foto: André Durão/GloboEsporte.com Valentim no jogo contra o Cruzeiro
Valentim no jogo contra o Cruzeiro

Fonte: GloboEsporte.com