Especulações e Saídas clique aqui

Vanderlei chega a 6 meses sem jogar e pode deixar o Santos; Vasco monitora

26/11/2019 às 14h53 - MERCADO

Desbancado por Everson no Santos, o goleiro Vanderlei, de 35 anos, completa seis meses sem disputar um jogo nesta terça-feira. 

De titular absoluto e um dos principais destaques do time desde 2015, ano de sua contratação, Vanderlei perdeu espaço pouco antes da eliminação do Santos na Copa do Brasil – sua última atuação pelo clube foi em 26 de maio, em partida contra o Internacional, na Vila Belmiro, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. 

Quando o Peixe ainda estava vivo nas duas competições, o técnico Jorge Sampaoli optava pelo rodízio entre os goleiros: Vanderlei atuava no Brasileirão, Everson na Copa do Brasil. 

Com a queda para o Atlético-MG, o camisa 1 não foi mais utilizado e tem amargado a reserva pelo maior período da carreira desde que assumiu a titularidade do Coritiba, em setembro de 2011. 

De lá para cá, Vanderlei vinha sendo sempre a primeira opção para o gol, até ser barrado por Sampaoli no Santos. O ano de 2011, inclusive, havia sido o último que o goleiro tinha atuado tão pouco em uma temporada. Veja abaixo (dados do site "oGol"): 

2011 (Coritiba): 22 jogos oficiais (assumiu a titularidade em setembro) 
2012 (Coritiba): 73 jogos oficiais 
2013 (Coritiba): 64 jogos oficiais 
2014 (Coritiba): 55 jogos oficiais 
2015 (Santos): 48 jogos oficiais 
2016 (Santos): 63 jogos oficiais 
2017 (Santos): 54 jogos oficiais 
2018 (Santos): 64 jogos oficiais 
2019 (Santos): 23 jogos oficiais (revezamento com Everson no início do ano e perda da posição no fim de maio) 

Problema financeiro e futuro incerto 

Uma das principais estrelas do time até esta temporada, Vanderlei recebe um dos maiores salários do elenco. Isso, somado ao fato de ter se tornado reserva, aumenta os rumores de uma possível transferência na próxima temporada. 

No ano passado, o goleiro esteve na mira do São Paulo, mas o Santos fez jogo duro e as negociações não avançaram. O contrato de Vanderlei é válido até o fim de 2020, o que significa que, a partir de junho, ele pode assinar um pré-acordo com qualquer equipe e deixar o Santos de graça em 2021. 

O desconhecimento sobre o futuro de Sampaoli também deixa incerta a permanência de Vanderlei no Santos no ano que vem: 

- Se o argentino seguir o comando do Peixe, cenário improvável neste momento, a tendência é que o clube tente negociá-lo para não perdê-lo de graça ao fim da temporada; 

- Caso contrário, o goleiro poderia ser analisado pelo eventual novo treinador e reabrir a disputa com Everson pela titularidade. 

Querido pela torcida e "fominha" 

Grande parte dos torcedores do Santos guarda carinho por Vanderlei. É frequente nos jogos ouvir o nome dele gritado quando os goleiros entram em campo para o aquecimento. 

Se o debate sobre quem deve ser o goleiro titular do Santos está mais que encerrado para Sampaoli, entre os santistas ele segue vivo. Principalmente depois de alguma falha de Everson. 

No mês passado, o argentino teve de ir a público defender sua escolha após pedidos por Vanderlei durante a partida contra o Ceará, na Vila Belmiro. 

– Enxerguei como uma falta de respeito (os pedidos por Vanderlei). O Everson é uma peça-chave desta campanha, me parece até irresponsável culpar ele por algo. Ele faz um ano incrível no Santos. Isso é vergonhoso. Se aproveitam de um momento de dor, de que a equipe está perdendo. O Vanderlei é muito reconhecido, mas o Everson mostrou, com o tempo, o motivo de estar no gol do Santos – afirmou o técnico na ocasião. 

Mesmo com a aceitação da reserva – Vanderlei jamais fez qualquer tipo de reclamação pública sobre a perda de espaço –, o goleiro admite ser "fominha". 

– Eu prefiro estar no gol sempre, né. É o que eu falo: além de eu ser fominha, o que a gente quer é jogar, rala muito nesse sol aqui todos os dias e quer ter a oportunidade de jogar. Mas a gente também sabe que é importante deixar todos os jogadores aptos a jogar, com ritmo também. Quando o Everson tem entrado, tem dado conta do recado, tem mostrado um grande trabalho, o que é importante para o Santos, que está bem servido em todos os setores – disse Vanderlei, em entrevista de março. 

Se nada ocorrer com Everson – lesão ou suspensão – nos quatro últimos jogos da temporada, Vanderlei não será utilizado por Sampaoli e só voltará a disputar uma partida pelo Santos em 2020. 

Isso se ainda estiver no clube... 

Fonte: Globoesporte.com