'Vascaínas contra o assédio' repudia declarações de Crivella

31/05/2019 às 08h20 - OUTROS ESPORTES

Vascaínas contra o assédio

"Questionado pela repórter do G1 se pediria desculpas ao time carioca pela piada, prefeito disse: ‘vocês são meninas, não entendem nada'."

O movimento Vascaínas Contra o Assédio repudia veementemente o posicionamento do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella. Lutamos todos os dias para dar visibilidade às mulheres no meio do futebol, sejam elas torcedoras, jogadoras, gandulas ou profissionais da imprensa. É inadmissível que a autoridade máxima de um município possa reproduzir um pensamento machista abertamente e sem qualquer pudor, ainda mais tratando como piada.

No próximo domingo (2), estaremos presentes no clássico contra o Botafogo, no Estádio Nilton Santos, e temos certeza que vamos encontrar muitas outras mulheres que não se amedrontam frente a esse tipo de comentário, que vestem a camisa e apoiam seus times incondicionalmente. E não é diferente em qualquer outro jogo do Vasco; estamos sempre presentes.

Não nos calaremos diante de qualquer discurso machista que menospreze nosso conhecimento, NUNCA.

Aproveitamos a oportunidade para pontuar que, com o cargo que exerce, o Sr. Prefeito deveria ter outras prioridades que não fossem usar o mesmo tom "irônico/engraçado" para fazer referência à tragédias que têm acontecido na cidade do Rio de Janeiro. Exigimos respeito para com as famílias afetadas com os ocorridos na Ciclovia Tim Maia, assim como exigimos respeito também com o Club de Regatas Vasco da Gama - clube este que, ao contrário do Sr. Prefeito, tem uma história voltada para as minorias.

#EstadioSemAssedio
#VascainasContraOAssedio

Fonte: Facebook Vascaínas contra o Assédio