Vascaíno disponibiliza táxi gratuito para atender familiares das vítimas

08/02/2019 às 15h06 - TORCIDA

A rivalidade entre clubes de futebol passa longe quando o assunto é solidariedade. A tragédia com o CT do Flamengo, na qual dez pessoas morreram e três ficaram feridas no incêndio no Ninho do Urubu, em Vargem Grande, na Zona Oeste, na madrugada desta sexta-feira, tocou o coração de Gilmar Silva, um taxista de 40 anos. Torcedor do Vasco, ele teve a ideia de disponibilizar corridas gratuitas para familiares das vítimas do Rubro-Negro.

Morador da Penha, o taxista soube da história enquanto estava em casa com a família, tomando café da manhã. No caminho para o trabalho, pensou em possibilidades de poder ajudar, conversou com a sua cooperativa e decidiu abriu mão das corridas para todos os familiares que precisarem se locomover para o Ninho do Urubu, hospitais, IML e cemitérios.

– Sou vascaíno, mas tomei a iniciativa sabendo que hoje precisamos ter amor ao próximo. O Brasil realmente está precisando dessas coisas. Eu quero ajudar essas pessoas e a minha forma é disponibilizar corridas gratuitas – disse Gilmar, taxista há 12 anos, ao EXTRA.

Para os interessados, podem procurar a Cooperativa "AerosDumont" e pedir pela viatura 078, ou mesmo ligar diretamente para Gilmar: (21) 99838.7040.

– Estou criando um grupo de WhatsApp para ajudar nessa divulgação. Estou impressionando com a repercussão. Mas a minha intenção é só querer ajudar e de graça. Meus amigos estão me apoiando e só quero conseguir dar um alento para essas famílias – disse.

Fonte: Extra Online