Vasco aposta em São Januário lotado e pede apoio da torcida

17/06/2019 às 08h14 - FUTEBOL

O início do Vasco no Campeonato Brasileiro foi preocupante. A primeira vitória foi conquistada apenas na oitava rodada: 2 a 1 sobre o Internacional. Até então, o Cruz-Maltino era o último colocado, tinha quatro derrotas e três empates. O resultado positivo e a necessidade de apoio atraíram a torcida para São Januário.

Já na rodada seguinte, contra o Ceará, 19.587 torcedores foram ao estádio e prestigiaram a vitória por 1 a 0, que tirou o Vasco da zona de rebaixamento. Casa cheia é justamente o que o Cruz-Maltino quer até o fim do Campeonato Brasileiro para se afastar cada vez mais da parte de baixo da tabela - e o retrospecto mostra a importância da torcida.

Desde 2017, quando conquistou uma vaga à Libertadores pela última vez, o Vasco tem 67% de aproveitamento em casa quando o público presente passa de 19 mil pessoas: cinco vitórias, um empate e duas derrotas.

Neste Campeonato Brasileiro, por exemplo, o Cruz-Maltino jogou quatro vezes em São Januário. Na derrota para o Atlético-MG, menos de 7 mil pessoas foram ao estádio; no empate em 1 a 1 com o Avaí, pouco mais de 13 mil. Diante do Ceará, embalados pela vitória sobre o Internacional, quase 20 mil vascaínos lotaram a Colina.

Enquanto o placar não saía do zero, algumas vaias e o tradicional "Ei, Vasco, vamos jogar!", mas o espírito já era de virada.

Em entrevistas, jogadores e o técnico Vanderlei Luxemburgo têm destacado a importância do torcedor na briga do Vasco contra a zona de rebaixamento. Agora, a equipe está em 15º lugar, com nove pontos.

- Agradecer a todos pelo apoio e dizer que o trabalho coletivo faz o individual se tornar mais forte. Os torcedores fazem o Vasco se tornar mais forte jogando junto com o time porque o campo vibra quando eles pulam na arquibancada. É bom viver essa energia. Ela faz com que a gente sempre busque superar os nossos limites. Estamos no caminho certo, e vamos nos doar cada vez mais, sempre com muita fé, dedicação e trabalho - disse o zagueiro Henríquez após a vitória sobre o Ceará.

- Aqui é a nossa casa. A torcida está carente. Processo dos últimos anos. Estamos na zona de rebaixamento, então tem uma intolerância muito maior. Mas eu percebi o seguinte: quando chamei o Bruno (César), um pessoal chiou, mas um pessoal ali atrás começou a gritar o nome dele. Aí ele deu um carrinho, o que ele não estava fazendo. Eu acho que é isso que eu quero. Mostrar para o torcedor que a gente está querendo a vitória. Aí o outro vai e mostra, o Jairinho vai e mostra. O Marrony saiu cansado demais. O Andrey pediu para sair porque estava cheio de câimbra. A vitória no Brasileiro tem sacrifício - disse o técnico Vanderlei Luxemburgo depois da vitória sobre o Internacional.

Jogos em São Januário com casa cheia nas três últimas temporadas:

1º: Vasco 2 x 1 Ponte Preta- Brasileirão 2017- 22.076 presentes
2º: Vasco 0 x 1 Palmeiras- Brasileirão 2018- 21.966 presentes
3º: Vasco 1 x 1 Athletico Paranaense- Brasileirão 2018- 20.917 presentes
4º: Vasco 1 x 0 Atlético Goianiense- Brasileirão 2017- 20.658 presentes
5º: Vasco 3 x 2 Fluminense- Brasileirão 2017- 20.442 presentes
6º: Vasco 1 x 0 Ceará- Brasileirão 2019- 19.588 presentes
7º: Vasco 0 x 1 Flamengo- Brasileirão 2017- 19.587 presentes
8º: Vasco 1 x 0 LDU- Conmebol Sul-Americana 2018- 19 mil presentes

Fonte: GloboEsporte.com